PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Espanha: Polícia apreende 800 quilos de cocaína em abacaxis do Brasil

Imagens da polícia espanhola mostram cocaína encontrada em polpa de fruta  - Reprodução
Imagens da polícia espanhola mostram cocaína encontrada em polpa de fruta Imagem: Reprodução

14/06/2021 21h06

Madri, 14 jun (EFE).- A polícia da Espanha apreendeu 800 quilos de cocaína que estavam escondidos em uma remessa de 14,4 mil quilos de abacaxi congelado do Brasil, em uma operação em que foram presos dois empresários importadores de frutas e outros produtos da América do Sul.

A droga foi escondida em polpas congeladas de abacaxi após passar por um complexo processo químico que a tornou praticamente indetectável pelos controles alfandegários, segundo informaram nesta segunda-feira a Polícia Nacional Espanhola e a Agência Tributária Espanhola, que realizaram a operação em conjunto.

O destino final da cocaína era um laboratório clandestino localizado em uma vila no município de Robledo de Chavela, na região de Madri, onde os agentes finalmente apreenderam a droga e realizaram as prisões.

As investigações começaram em 2018, quando, por meio de canais internacionais de colaboração policial, as autoridades espanholas tomaram conhecimento de uma operação entre a Polícia Nacional da Colômbia e a Alfândega dos Estados Unidos.

Essa operação terminou com a apreensão na cidade colombiana de Cartagena de 216 quilos de cocaína escondidos em sacos de café para serem transportados para a Espanha em um contêiner.

Durante a investigação verificou-se que a forma de atuação dos responsáveis pelo embarque consistia em utilizar uma rede empresarial voltada para a importação e comercialização de sucos, bebidas, café e frutas com aparência de legalidade para o transporte das drogas em contêineres marítimos de diferentes países da América do Sul.

Desta forma, os investigadores espanhóis centraram sua atenção em um contêiner chegado ao porto de Valência, no leste do país, e importado por uma das empresas investigadas. Em um dos 20 paletes, a cocaína misturada estava misturada à fruta.

Os agentes realizaram ainda três buscas domiciliares nas quais prenderam os dois empresários, dos quais apreenderam 10.000 euros (cerca de R$ 62.000) em dinheiro e dois veículos que haviam adquirido recentemente.

Nos últimos meses de março e maio foram apreendidos 1.397 quilos de cocaína em duas operações no porto de Bilbao, no norte da Espanha, que estavam escondidos em contêineres da América do Sul e teriam atingido um valor no mercado ilícito de mais de 86 milhões de euros (quase R$ 535 milhões).

Internacional