Turquia detém comandante do Segundo Exército após tentativa de golpe

Ayla Jean Yackley

Em Istambul

  • Ali Unal/AP

    16.jul.2016 - Coluna de fumaça em área próxima ao palácio presidencial da Turquia, em Ancara

    16.jul.2016 - Coluna de fumaça em área próxima ao palácio presidencial da Turquia, em Ancara

As autoridades turcas detiveram neste sábado (16) o comandante do Segundo Exército, relacionado à tentativa de golpe militar, informou a agência de notícias Anadolu.

O general Adem Huduti é o oficial mais graduado a ser apreendido até o momento, após a tentativa de intervenção que matou ao menos 265 pessoas. O Segundo Exército, com sede em Malatya, protege as fronteiras da Turquia com a Síria, o Iraque e o Irã.

Juízes destituídos

Um total de 2.745 juízes foram destituídos pela Junta Superior de Juízes e Promotores do país (HSYK), informa a agência de notícias "Anadolu".

Ao mesmo tempo, a Junta, presidida pelo ministro turco de Justiça, Bekir Bozdag, destituiu cinco de seus 22 membros, enquanto uma ordem de detenção foi emitida contra nove juízes do Tribunal Supremo do país.

Ao menos 265 mortos

O primeiro-ministro turco anunciou neste sábado o fracasso da tentativa de golpe militar nesta sexta-feira, que deixou pelo menos 265 mortos, mas o presidente Recep Tayyip Erdogan pediu a seus partidários para que permaneçam nas ruas prontos para qualquer "nova onda".

A situação está "completamente sob controle", garantiu o primeiro-ministro Binali Yildirim à imprensa, citando um balanço humano trágico após uma noite de confrontos violentos em Ancara e Istambul.

A tentativa de golpe de Estado fez 161 mortos e 1.440 feridos, sem contar os golpistas, declarou Yildirim, indicando que 2.839 militares foram presos em conexão com esta tentativa que ele chamou de "mancha" na democracia turca. O chefe do Exército informou ainda sobre 104 golpistas mortos.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos