Topo

Reino Unido diz que Irã praticou pirataria e quer força europeia de proteção

O cargueiro Stena Impero foi apreendido pela Guarda Revolucionária Iraniana na sexta-feira - PA Media
O cargueiro Stena Impero foi apreendido pela Guarda Revolucionária Iraniana na sexta-feira Imagem: PA Media

Kylie MacLellan e Guy Faulconbridge

Londres

22/07/2019 13h54

O Reino Unido buscará montar uma missão de proteção marítima liderada pela Europa para garantir o transporte seguro através do Estreito de Ormuz após o Irã capturar um navio com a bandeira britânica no que Londres chamou de ato de "pirataria estatal".

"Sob a lei internacional, o Irã não tinha direito algum de obstruir a passagem do navio --muito menos subir a bordo dele. Foi, portanto, um ato de pirataria estatal", disse o secretário das Relações Exteriores, Jeremy Hunt, ao Parlamento.

"Buscaremos agora organizar uma missão de proteção marítima liderada pela Europa para apoiar a passagem segura tanto da tripulação quanto da carga nesta região vital", disse Hunt. Ele disse que discutirá como isso complementa as propostas dos Estados Unidos para a região.

Após a tomada do Stena Impero na sexta-feira, o Reino Unido pedirá agora a todos os navios com a bandeira nacional que avisem ao governo sobre as intenções de navegar pelo Estreito de Ormuz, disse Hunt.

Irã diz que apreensão de navio britânico é 'recíproca'

Band Notí­cias

Internacional