Conteúdo publicado há 10 meses

Estado na Índia fecha escolas e escritórios para conter vírus mortal

O estado de Kerala, no sul da Índia, fechou algumas escolas, escritórios e transportes públicos nesta quarta-feira, em busca de impedir a propagação do vírus mortal Nipah, que já matou duas pessoas nos últimos dias.

Um adulto e uma criança ainda estavam infectados no hospital, e mais de 130 pessoas foram testadas para o vírus, transmitido através do contato com fluidos corporais de morcegos, porcos ou pessoas infectadas, disse uma autoridade estadual de saúde.

"Estamos nos concentrando em rastrear precocemente os contatos de pessoas infectadas e isolar qualquer pessoa com sintomas", disse a ministra da Saúde do estado, Veena George, aos repórteres, acrescentando que o vírus detectado em Kerala se trata da variante de Bangladesh, que se espalha de humano para humano com uma alta taxa de mortalidade, mas com um histórico de ser menos infeccioso.

"O movimento público foi restringido em partes do estado para conter a crise médica", disse ela.

Duas pessoas infectadas morreram desde 30 de agosto, no quarto surto do vírus no estado desde 2018, forçando as autoridades a declarar zonas de contenção em pelo menos sete vilarejos no distrito de Kozhikode.

Regras rigorosas de isolamento foram adotadas, com equipes médicas sendo colocadas em quarentena após contato com os infectados.

A primeira vítima foi um pequeno proprietário de terras que cultivava bananas e nozes de areca no vilarejo de Marutonkara, disse uma autoridade que refez o movimento da vítima para rastrear todas as pessoas com quem ele poderia ter interagido e os locais visitados antes de sua saúde começar a deteriorar.

A segunda morte ocorreu após contato no hospital com a primeira vítima, revelou uma investigação inicial, mas os dois não eram próximos, disse o responsável, que pediu anonimato por não estar autorizado a falar com a imprensa.

Três equipes federais, incluindo especialistas do Instituto Nacional de Virologia, chegaram nesta quarta-feira para realizar mais testes e pesquisar a população de morcegos frugívoros nos vilarejos isolados.

Continua após a publicidade

O vírus Nipah foi identificado pela primeira vez em 1999, durante um surto da doença entre criadores de suínos e outras pessoas em contato próximo com os animais na Malásia e em Cingapura.

No primeiro surto de Nipah em Kerala, 21 dos 23 infectados morreram, enquanto os surtos de 2019 e 2021 deixaram mais dois mortos.

Deixe seu comentário

Só para assinantes