PUBLICIDADE
Topo

Thaís Oyama

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Centrão tem Bolsonaro atravessado na garganta, mas não vai cuspi-lo agora

22/03/2021 15h06

Que o casamento do Centrão com Jair Bolsonaro era uma união sem amor, e duraria apenas o tempo que durassem as conveniências, já se sabia. A autorizar a constatação está o histórico do bloco de partidos — que apoiou os ex-presidentes Lula, Dilma e Temer e abandonou os últimos dois assim que sentiu cheiro de sangue.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL