PUBLICIDADE
Topo

Em SP, bloco "Olha o Sucesso" mostra o que só se ouve no Carnaval de Olinda

Mateus Araújo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/01/2019 07h29

Não são só o frevo e o maracatu que fazem a particularidade do Carnaval pernambucano. Quem se diverte nas ruas e ladeiras de Olinda e do Recife sabe que existem expressões e palavras típicas de lá. 

"Olha o Sucesso", por exemplo, foi a frase que um grupo de pernambucanos residentes em São Paulo decidiu usar para título de um bloco criado por eles na capital paulista. É uma frase de duplo sentido, explica a publicitária e fundadora do bloco, Manuela Alcoforado.

Nesse sábado, o UOL foi à prévia do Olha o Sucesso, em uma casa na Vila Madalena, Zona Oeste, para criar uma lista com expressões e palavras que você só escuta na folia pernambucana. 

O bloco desfila no dia 23 de fevereiro, a partir das 14h, na esquina da rua da Consolação com Alameda Santos.

"Olha o Sucesso"

"Tem duplo sentido. É um código para vender loló, entorpecente muito comum no carnaval de Olinda. Os vendedores falam isso para oferecer às pessoas. E decidimos usar para o nome do bloco porque além de ser a irreverência do nosso carnaval serve também para chamar a atenção das pessoas pro nosso bloco, que é um sucesso."
Manuela Alcoforado, publicitária o sucesso do nosso carnaval. 

"Três latão é 10"

"É a promoção dos vendedores de cerveja. Três latões custam R$ 10. Só lá a gente bebe cerveja quente com esse preço, mas tá justíssimo. Nunca vi em outro lugar isso. Não tem inflação que aumente."
Anderson Cintra, publicitário

"Com certeza"

"Quem assiste ao Carnaval pela televisão, já tá acostumado a ouvir o repórter perguntar e o povo responder 'com certeza' pra tudo. Ele pergunta: 'tá curtindo o carnaval?', a pessoa responde: 'com certeza!'; 'tá calor?', 'com certeza'."
Paulo Azevedo, ator 

"Arrudeia"

"Quando tem uma aglomeração, e você quer chegar no homem que vende a bebida, você grita: 'arrudeia'."
Augusto Paz, publicitário

Boyzyinha e boyzinho

"É assim que a gente fala sobre a pessoa que tá paquerando. É pra dizer que você tá ficando, o crush. Eu uso muito, graças a Deus."
Dirceu Pinto, jornalista 

"Tá um furdunço arretado"

"Tu tás no Galo da Madrugada, e algum amigo pergunta: 'Menino, como tá aí?' Aí alguém responde: 'Tá um furdunço arretado, cheio de gente'."
Danilo Beltrão, advogado 

Blocos de rua