Topo

CarnaUOL

Blocos de rua


Blocos do Rio cancelam ensaios por causa de tragédia

Badalo de Santa Teresa, em desfile de 2018 - Reprodução/Facebook
Badalo de Santa Teresa, em desfile de 2018 Imagem: Reprodução/Facebook

Michel Alecrim

Colaboração para o UOL, do Rio

07/02/2019 20h38

A forte tempestade que atingiu o Rio de Janeiro na noite de quarta-feira (6), causando seis mortes, também afetou o Carnaval. Por respeito à tragédia, pelo menos dois blocos cancelaram seus ensaios programados para este fim de semana.

O Badalo de Santa Teresa faria sua festa nesta sexta-feira (8) à noite, mas anunciou o cancelamento. O mesmo fez o Chame Gente, que ocuparia a orla de São Conrado no sábado (9). Este local, inclusive, é próximo à avenida Niemeyer, onde um ônibus foi soterrado. A via foi interditada.

Nas redes sociais, o Chame Gente divulgou o seguinte comunicado: "Chame Gente, com a Prefeitura do Rio de Janeiro, em respeito e solidariedade a todos que sofreram com as fortes chuvas de ontem, em especial as comunidades do Vidigal e da Rocinha, decidiu não realizar o seu desfile, que ocorreria no próximo sábado, dia 9. Agradecemos a compreensão de todos e seguiremos na nossa missão de levar alegria a nossa gente."

O bloco Badalo de Santa Teresa, apesar do cancelamento desta semana, manteve na agenda o próximo evento de Carnaval, marcado para a sexta-feira que vem (15), no mesmo horário. O bloco foi fundado em 1972 e é um dos mais tradicionais de Santa Teresa, bairro histórico e turístico carioca. O enredo deste ano do bloco é o circo, e o desfile oficial está programado para o domingo de Carnaval, dia 3 de março.

"Tomamos essa decisão devido às tragédias ocorridas depois do temporal de ontem", explicou o diretor de Comunicação do bloco, Dhel Aquino. No ano passado, o Badalo chegou a reunir mais de 5.000 pessoas e foi um dos mais concorridos da região.

Mais Blocos de rua