PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Chico Alves


Bolsonaristas superam esquerdistas em volume de ataque a Moro nas redes

Ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro  - Lula Marques/Agência PT
Ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro Imagem: Lula Marques/Agência PT
Chico Alves

Chico Alves é jornalista, por duas vezes ganhou o Prêmio Embratel de Jornalismo e foi menção honrosa no Prêmio Vladimir Herzog. Foi editor-assistente na revista ISTOÉ e editor-chefe do jornal O DIA. É co-autor do livro 'Paraíso Armado', sobre a crise na Segurança Pública no Rio, em parceria com Aziz Filho.

Colunista do UOL

31/07/2020 04h04

Desde que julgou e condenou vários integrantes dos governos do PT, por conta da Operação Lava Jato, o ex-juiz Sergio Moro se acostumou a ser criticado por militantes e simpatizantes da esquerda. Porém, sua saída do governo fez o rol de inimigos crescer em outro espectro ideológico. Hoje, nas redes sociais, Moro é mais atacado pelos bolsonaristas que pelos esquerdistas, revela levantamento por Pedro Barciela, especialista nesse tipo de análise.

Barciela fez levantamento entre 29 de junho e 29 de julho. Dos ataques feitos ao ex-juiz nas redes sociais, 45,79% partiram de bolsonaristas - que até à saída de Moro do governo eram aliados. Apenas 33,45% dessas críticas partiu de contas identificadas como de esquerda ou progressistas. Os lavajatistas se resumem a 18%.

O hoje minoritário agrupamento lavajatista, explica Barciela, é formado, majoritariamente, por personagens egressos do antipetismo, setores da imprensa tradicional e políticos que outrora se conectaram ao bolsonarismo.

Chico Alves