PUBLICIDADE
Topo

Chico Alves

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Live de Janones e Lula no Facebook só perdeu em interação para CR7 e Neymar

André Janones desiste de candidatura presidencial e se une ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - Reprodução
André Janones desiste de candidatura presidencial e se une ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Imagem: Reprodução
Chico Alves

Chico Alves é jornalista, por duas vezes ganhou o Prêmio Embratel de Jornalismo e foi menção honrosa no Prêmio Vladimir Herzog. Foi editor-assistente na revista ISTOÉ e editor-chefe do jornal O DIA. É co-autor do livro 'Paraíso Armado', sobre a crise na Segurança Pública no Rio, em parceria com Aziz Filho.

Colunista do UOL

05/08/2022 12h37

A transmissão ao vivo do encontro em que o deputado André Janones (Avante-MG) confirmou a Luiz Inácio Lula da Silva que abriria mão da candidatura a presidente para apoiar o petista foi a quarta maior do Facebook nas últimas 24 horas. Com 337.039 interações, a live só perdeu para duas transmissões de Cristiano Ronaldo (uma com 1.950.850 interações e outra com 481.733) e uma de Neymar (922.010).

O levantamento foi feito pelo analista de redes Pedro Barciela. "Janones tem a oferecer um canal muito forte de comunicação da campanha de Lula com as pessoas que se interessam pelo tema Auxílio, seja Brasil ou Emergencial", diz ele.

Para Barciela, não é possível garantir que o deputado mineiro vai ser decisivo, vai trazer votos via redes sociais ou algo do tipo. "O fato é que Janones oferece uma oportunidade extraordinária para que Lula se aproxime ainda mais de um perfil de eleitorado que está no centro das atenções", explica.

Como termo de comparação, Janones teve ontem em suas várias publicações no Facebook 633 mil interações, contra 357 mil de Lula e 318 mil de Bolsonaro.

O analista chama atenção para o volume de interações que Janones gera ao abordar o tema Auxílio, que é muito maior do que Bolsonaro consegue gerar tratando do mesmo tema.

"Entre as 10 principais publicações por volume de interações feitas no Facebook esse ano com o termo 'Auxílio', cinco são do Janones, três do Bolsonaro e duas de outras pessoas", contabiliza Barciela.

O parlamentar mineiro gerou 1,6 milhão de interações com essas publicações e o presidente atraiu 578 mil interações.