PUBLICIDADE
Topo

PF quer ouvir Bolsonaro sobre suposta interferência na cúpula do órgão

Pedido é analisado pelo ministro Celso de Mello - Adriano Machado
Pedido é analisado pelo ministro Celso de Mello Imagem: Adriano Machado
Constança Rezende

É colunista do UOL em Brasília. Passou pelas redações do Estadão no Rio de Janeiro, O DIA e Jornal do Commercio.

Colunista do UOL*

23/06/2020 17h58

A Polícia Federal pediu para ouvir Jair Bolsonaro (sem partido), no inquérito que investiga suposta interferência do presidente no órgão.

A oitiva precisa ser autorizada pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Celso de Mello, e ainda não tem data para ocorrer.

O STF confirmou que o ministro Celso de Mello analisa o pedido da PF.

Fontes da PF ouvidas pelo UOL disseram que a medida é necessária para "a conclusão do procedimento".

O ofício já foi enviado a Mello. Caberá ao ministro decidir de que forma Bolsonaro será ouvido no inquérito.

A investigação surgiu após a saída de Sergio Moro do cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública. O ex-titular da Pasta fez acusações contra Bolsonaro na entrevista coletiva em que anunciou a exoneração.

Colaborou Felipe Amorim