PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Jamil Chade


Coronavírus: Brasil só fica atrás dos EUA em mortes anunciadas em 24 horas

Cemitério Nossa Senhora Aparecida, em Manaus - Foto:Michael Dantas/AFP
Cemitério Nossa Senhora Aparecida, em Manaus Imagem: Foto:Michael Dantas/AFP
Jamil Chade

Jamil Chade é correspondente na Europa há duas décadas e tem seu escritório na sede da ONU em Genebra. Com passagens por mais de 70 países, o jornalista paulistano também faz parte de uma rede de especialistas no combate à corrupção da entidade Transparência Internacional, foi presidente da Associação da Imprensa Estrangeira na Suíça e contribui regularmente com veículos internacionais como BBC, CNN, CCTV, Al Jazeera, France24, La Sexta e outros. Vivendo na Suíça desde o ano 2000, Chade é autor de cinco livros, dois dos quais foram finalistas do Prêmio Jabuti. Entre os prêmios recebidos, o jornalista foi eleito duas vezes como o melhor correspondente brasileiro no exterior pela entidade Comunique-se.

Colunista do UOL

08/05/2020 17h51

O Brasil teve o segundo maior número de novas mortes confirmadas pela covid-19 no mundo em 24 horas. Os dados fazem parte do informe diário da Organização Mundial da Saúde, que foi divulgado na noite desta sexta-feira em Genebra.

Os dados levam em conta os números divulgados na quarta-feira (6), quando o Brasil divulgou 615 novos casos de mortes da doença no período de 24 horas. O número divulgado ontem (610) ainda não foi contabilizado pela OMS.

Os dados no informe estão defasados. A coleta da informação por parte da agência de saúde foi concluída às 5h da manhã deste dia 8 de maio.

No total, o Brasil aparece no informe da OMS com um total de 125 mil casos e 8.500 mortes. Com mais de 10,5 mil novos casos de contaminação no país em 24 horas, o Brasil se aproxima do segundo posto também por esse critério. Até agora, tal posição é ocupada pela Rússia, com 10,6 mil novos casos.

Já atualização de ontem, do Ministério da Saúde, já coloca o Brasil com 9.146 óbitos e 135.106 casos.

Pela contagem realizada pela OMS, o Brasil é ainda superado pelos EUA em números de mortes em um dia. O caso americano registrou 1.900 novos óbitos no período de 24 horas. No total, o território americano conta com 1,2 milhão de casos e 67 mil mortes.

Com os dados, o Brasil superou o Reino Unido, que vinha aparecendo no segundo lugar nos últimos dias. Agora, foram 539 casos no território britânico.

O Brasil também se distancia de locais que eram considerados como epicentros da doença. Em 24 horas, a Itália teve 274 casos, contra 213 na Espanha. Na Rússia, foram outros 98.

No total, a OMS soma 3,7 milhões de casos no mundo, com 87 mil novos registros nas últimas 24 horas. A Europa ainda tem o maior número de casos, com 1,6 milhão de infectados. Mas o continente americano se aproxima rapidamente, com 1,58 milhão.

Siga o UOL no

Jamil Chade