PUBLICIDADE
Topo

Rogério Gentile

Prefeitura de SP pede penhora de bens de sócio da RedeTV por dívida de IPTU

Marcelo de Carvalho  - Divulgação
Marcelo de Carvalho Imagem: Divulgação
Rogério Gentile

Rogério Gentile é jornalista formado pela PUC-SP. Durante 15 anos, ocupou cargos de comando na redação da Folha de S.Paulo, liderando coberturas como a dos ataques da facção criminosa PCC, dos protestos de 2013 e das eleições presidenciais de 2010 e 2014, entre outras. Editou a coluna Painel e o caderno Cotidiano e foi secretário de Redação, função em que era responsável pelas áreas de produção e edição do jornal. Atuou como repórter especial da Folha de 2017 a 2020 e atualmente é colunista.

Colunista do UOL

10/06/2021 11h08

A Prefeitura de São Paulo pediu à Justiça a penhora dos bens do apresentador Marcelo de Carvalho, sócio da RedeTV!, em razão de uma dívida de IPTU de cerca de R$ 29 mil.

Carvalho é proprietário de um imóvel no Jardim Guedala, localizado próximo ao parque Alfredo Volpi, na zona sul da cidade. A casa, cujo valor venal é de R$ 4,5 milhões, fica em um terreno de 1.362 metros quadrados.

Em 2018, o apresentador do "Mega Senha" deixou de pagar quatro das dez parcelas do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

Carvalho, que reconheceu a dívida no processo, pediu em 2019 que a execução judicial fosse suspensa. Por meio de seus advogados, afirmou à Justiça ter feito um acordo de parcelamento do débito com o município.

O pedido de penhora foi feito, no entanto, pois, segundo a prefeitura, o apresentador não cumpriu o acordo.

A Justiça estabeleceu um prazo de cinco dias para que o pagamento seja realizado, acrescido de juros e correção. Se não for comprovado o pagamento, será realizada a penhora.

Além da dívida referente ao IPTU de 2018, a prefeitura cobra, em um segundo processo, R$ 84 mil do imposto de 2019. Também houve o acordo de parcelamento, mas, neste caso, não há queixa de descumprimento.

A coluna procurou assessoria da RedeTV!, mas ainda não obteve resposta