PUBLICIDADE
Topo

Senado aguarda exames em todos os senadores para decidir paralisação

Sessão do Congresso Nacional . Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados - Sessão do Congresso Nacional . Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Sessão do Congresso Nacional . Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados Imagem: Sessão do Congresso Nacional . Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Tales Faria

Tales Faria largou o curso de física para se formar em jornalismo pela UFRJ em 1983. Foi vice-presidente, publisher, editor, colunista e repórter de alguns dos mais importantes veículos de comunicação do país. Desde 1991 cobre os bastidores do poder em Brasília. É coautor do livro vencedor do Prêmio Jabuti 1993 na categoria Reportagem, ?Todos os Sócios do Presidente?, sobre o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. Participou, na Folha de S.Paulo, da equipe que em 1986 revelou o Buraco de Serra do Cachimbo, planejado pela ditadura militar para testes nucleares.

Colunista do UOL

13/03/2020 23h53

É isso mesmo. Todos os senadores estão sendo submetidos a exames para saber se estão com coronavírus. Inclusive o presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

O resultado desses exames deve sair na semana que vem. Davi fez o recolhimento de material na quinta-feira à noite. O resultado dele deve sair na segunda-feira. Se der positivo, ele tende a suspender os trabalhos.

Mas não é só o presidente do Senado o termômetro a ser avaliado pelos congressistas.

O senador Nelsinho Trad (PSD-MS), que esteve na comitiva do presidente Jair Bolsonaro aos EUA, já anunciou que seu exame deu positivo:

"Estive, como todos sabem, a trabalho, representando o Senado Federal na viagem com o presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos. No retorno ao Brasil, fomos todos da comitiva que viajou com o presidente surpreendidos, quando um dos integrantes do voo de regresso foi positivado para o Covid-19. (...) Fiz o exame, que resultou positivo. (...) Estou em casa com a minha família, guardando o período de isolamento."

No avião da comitiva da qual fez parte o senador estava o secretário de Comunicação da Presidência da República, Fabio Wajgarten, também diagnosticado com coronavírus.

Trad é presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado seu irmão, Fábio Trad, é o relator da PEC da Segunda Instância. Portanro é um dos parlamentares que tem circulado mais entre os colegas.

Aliás, por conta disso, o deputado Fábio Trad também está de quarentena.

A dificuldade de suspender os trabalhos do Congresso é quanto à votação dos vetos presidenciais e medidas provisórias que dependem de prazo para deliberação.

Entres estes os principais são os vetos ao Orçamento, cujo prazo de votação na Comissão Mista (cinco sessões) vence na próxima sermana. Depois eles seguem ao plenário. O Congresso tem 30 dias desde que recebeu do texto da Presidência da República, para deliberar.

Na terça-feira os líderes partidários devem se reunir para decidir uma solução para o problema. Mas até a noite desta sexta-feira era grande a expectativa pela suspensão dos trabalhos.