PUBLICIDADE
Topo

Tales Faria

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Lula anuncia campanha com bordão no estilo Juscelino: '40 anos em 4'

Tales Faria

Tales Faria largou o curso de física para se formar em jornalismo pela UFRJ em 1983. Foi vice-presidente, publisher, editor, colunista e repórter de alguns dos mais importantes veículos de comunicação do país. Desde 1991 cobre os bastidores do poder em Brasília. É coautor do livro vencedor do Prêmio Jabuti 1993 na categoria Reportagem, ?Todos os Sócios do Presidente?, sobre o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. Participou, na Folha de S.Paulo, da equipe que em 1986 revelou o Buraco de Serra do Cachimbo, planejado pela ditadura militar para testes nucleares.

Colunista do UOL

27/07/2022 11h09

Na entrevista que concedeu ao UOL na manhã desta quarta-feira, 27, o ex-presidente Lula (PT) adiantou o que pode vir a ser o grande mote de sua campanha eleitoral: um governo de 40 anos em quatro.

Candidato à Presidência da República em primeiro lugar nas pesquisas eleitorais, Lula citou de onde veio a inspiração: do ex-presidente Juscelino Kubitschek, que usou como bordão de sua campanha a promessa de que faria um governo de 50 anos em cinco.

Por trás do bordão de Lula tem também outra promessa: disse que se prepara para um governo de apenas quatro anos. Sublinhou na entrevista que terá para um período curto de governo. Afinal, está com 76 anos e, caso eleito, terminará o governo aos 80 anos, portanto será muito pouco provável que tente a reeleição.

Daí porque o presidente já declarou que seu governo será um governo de transição, assim como Juscelino sonhou fazer um governo de transição para o futuro.

O Brasil andou para trás nos últimos 3 anos e meio e provavelmente continuará mal das pernas nos próximos meses. Com faro político, Lula sabe que os eleitores sonham com um país que volte a andar para a frente.

É essa mensagem que o bordão de 40 anos em quatro pretende passar na campanha.