Havan não está vendendo produtos com desconto de 96%; é golpe

É falso que as lojas Havan estejam concedendo descontos de até 96% depois de notificação do Procon. Publicações usam vídeo com imagens de Luciano Hang, dono da empresa, para enganar e levar o usuário a sites suspeitos.

O que diz o post

Um vídeo com imagens do Luciano Hang é compartilhado com o layout do Jornal Nacional escrito o seguinte: "Proprietário de loja famosa no varejo se revolta com ordem do PROCON e faz propaganda com "promoção" ainda maior, até 96% de desconto".

A publicação direciona para um link que se passa pelo site do Jornal Nacional. No site falso há um vídeo fraudulento que imita a voz do jornalista César Tralli para anunciar a falsa promoção. Em seguida, o usuário é direcionado para outro link que imita o site da Havan.

Por que é falso

Em resposta ao UOL Confere, a Havan negou que a promoção citada no post exista, e afirma também que não foi notificada pelo Procon por erro em precificação. Golpe similar já foi desmentido pelo UOL Confere (veja aqui).

A equipe de segurança digital da varejista tem atuado para derrubar os diversos perfis que são criados nas redes sociais para divulgar o material. Além disso, o setor jurídico atua para responsabilizar os criminosos. A Havan alerta aos clientes que todas as ofertas ou promoções são divulgadas nos perfis oficiais da empresa (@havanoficial) ou ainda pelo site havan.com.br. Lojas Havan

O Procon-SP também desmentiu ter notificado a empresa. O órgão publicou um alerta sobre esses golpes no Instagram.

A circulação de notícias falsas bem como o envio de emails em nome do órgão tem sido constante, por isso os consumidores e fornecedores devem ter o máximo cuidado ao receber informações que façam qualquer menção ao Procon-SP. A recomendação é que toda informação seja confirmada diretamente em nosso site oficial www.procon.sp.gov.br e não por links, imagens e vídeos em posts na internet ou compartilhados em aplicativos de mensagem.

Continua após a publicidade

Pela URL dos sites é possível identificar que não são os sites oficiais do Jornal Nacional e da Havan. Também não há registro de uma notícia como a do post tenha sido publicada no site do JN (veja aqui).

Viralização. Uma das publicações com o vídeo falso registrava mais de 309 mil visualizações nas últimas 24h nesta quinta-feira (08/02).

Sugestões de checagens podem ser enviadas para o WhatsApp (11) 97684-6049 ou para o email uolconfere@uol.com.br.

5 dicas para você não cair em fake news

Siga UOL Notícias no
UOL Confere

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes