Topo

Empresa contrata especialistas canadenses para apurar acidente em Mariana

Carlos Eduardo Cherem

Colaboracao para o UOL, em Mariana

2015-11-06T09:30:58

06/11/2015 09h30

A mineradora Samarco Fundão, responsável pela barragem rompida no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana (MG), informou na madrugada desta sexta-feira (6) que contratou dois especialistas canadenses para ajudar nas investigações do acidente. A informação é do gerente-geral de projetos estruturantes da empresa, Germano Lopes. "Não temos a total compreensão do desastre ainda. Estamos tentando entender o que houve".

Lopes disse que os canadenses são especialistas em geotecnologia e que devem chegar em breve a Minas Gerais. "Várias equipes estão trabalhando de forma integrada para compreender o que houve."

Segundo as primeiras informações colhidas por funcionários da mineradora, a barragem do Fundao estourou primeiro, espalhando água, lama e detritos por todo o distrito de Bento Rodrigues. Pouco tempo depois, a segunda barragem, Santarém, tambem rompeu. 

"Fundão tem todas as licencas ambientais de funcionamento. Está em operacão desde 2008. Santarem também está em dia com a licença ambiental e opera desde 1992", disse Lopes


O executivo afirmou que ainda na noite de quinta-feira (5) recebeu informações de que equipamentos da UNB (Universidade de Brasilia) e da USP (Universidade de São Paulo) detectaram abalos sísmicos na região de Mariana durante a tarde.

"Um primeiro abalo, de 2,38 pontos na escala Richter, foi detectado às 14h12. Às 14h54 , ocorreu outro, de 2,54 pontos, com alguns de menor intensidade depois. Ainda não sabemos se há relação com o acidente. Temos de investigar todas as possibilidades", disse o gerente da Samarco.

Mais Cotidiano