"Aterrorizado", diz advogada de casal que descobriu câmera escondida em apartamento alugado

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL

  • Arquivo Pessoal

    Casal procurou a polícia após encontrar câmera escondida em apartamento alugado

    Casal procurou a polícia após encontrar câmera escondida em apartamento alugado

O casal que descobriu uma câmera escondida em um apartamento alugado na Airbnb, em São Vicente, no litoral paulista, na última quinta-feira (25), está "aterrorizado" e com medo do que possa sido ter feito com as filmagens. De acordo com a advogada Cátia Menecatte, os jovens irão aguardar as investigações para decidir o próximo passo.

"Temos que esperar a Polícia Civil para entender a extensão do ocorrido", afirma Cátia, em entrevista ao UOL. "Não sabemos se só uma pessoa viu ou foram várias. Será que foi gravado, publicado em algum lugar?"

Leia mais

Segundo a advogada, é esta a insegurança do casal, que quer saber o que foi feito com as filmagens. "É mais do que um aborrecimento. A moça está aterrorizada. É a mesma questão de uma violação de conteúdo."

Cátia vai esperar a conclusão da investigação da polícia, que deverá elucidar grande parte dessas dúvidas, para decidir o próximo passo a ser tomado pelos clientes. A Airbnb já reembolsou o casal pelo aluguel do quarto, mas precisa pagar os custos extras da viagem do casal.

O UOL procurou pelo dono do apartamento ou seu advogado, mas não obteve retorno até a publicação da reportagem.

O caso

O casal de noivos, da região do ABC, pretendia passar quatro dias no litoral paulista. Ao chegarem à residência, na Ilha Porchat, na última quinta-feira (25), notaram uma luz vermelha atrás de um dos espelhos na casa.

Ao verificarem, descobriram uma câmera que não constava no anúncio do aluguel. O homem desligou o aparelho.

De acordo com a advogada, minutos depois, o anfitrião ligou para o telefone fixo do apartamento para saber se estava tudo bem. "Foi aí que meu cliente reclamou que tinha uma câmera e ele respondeu que era por motivos de segurança."

O regulamento da Airbnb proíbe qualquer câmera de segurança que não esteja explicitamente visível na casa dos anfitriões.

Desconfiado, o casal chamou a polícia e fez um boletim de ocorrência. A câmera foi recolhida e será encaminhada ao Instituto de Criminalística para investigação.

Anfitrião banido

Ao UOL, a Airbnb informou que baniu permanentemente o usuário dono do apartamento em São Vicente.

"As regras de uso da plataforma são claras ao proibir câmeras em quartos ou banheiros", diz a nota. "Caso estejam em outros locais da casa, essa informação deve ser divulgada no anúncio."

A empresa informou ainda que está "à disposição das autoridades policiais para auxiliar na investigação".

Segundo Cátia Menecatte, a empresa já reembolsou o casal pelo aluguel do quarto. Agora, ela negocia os custos extras. "Depois que fizeram o boletim de ocorrência, eles se transferiram para um quarto de hotel porque não se sentiam mais seguros ali", conta. "Houve outros custos."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos