Topo

Avó, mãe e duas filhas morrem em acidente em Santa Catarina

Fabiana Figueredo e as filhas morrem em acidente em Santa Catarina - Reprodução/Facebook
Fabiana Figueredo e as filhas morrem em acidente em Santa Catarina Imagem: Reprodução/Facebook

Hygino Vasconcellos

Colaboração para o UOL, em Porto Alegre

17/10/2019 10h29

Quatro pessoas da mesma família morreram em um acidente de trânsito em Águas Mornas, a 30 quilômetros de Florianópolis, na tarde de ontem. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro em que estavam, um Corolla, invadiu a pista contrária ao fazer uma curva e colidiu em uma Hilux.

Familiares do motorista do Corolla dizem que ele alegou estar em baixa velocidade e ter sido atingido antes por um outro veículo, que fugiu do local. Depois disso, ele teria informado que perdeu o controle da direção, colidindo com a Hilux no quilômetro 49 da BR-292. A PRF não confirma as informações dadas pelos familiares.

No acidente morreram duas netas do motorista do Corolla (elas tinham cinco e sete anos), a mãe delas, Fabiana Figueredo, 31, e a avó Angelita Figueredo, 53. As quatro morreram na hora. O avô das crianças, de 59 anos, que conduzia o Corolla, teve ferimento leves e já teve alta do hospital. O motorista da Hilux não ficou ferido.

De acordo com a PRF, as duas crianças estavam em cadeirinhas na hora do acidente. O pai das crianças estava viajando a trabalho para Minas Gerais e retornou às pressas para Santa Catarina.

Angelita (esq.) estava com a filha Fabiana e também morreu no acidente - Reprodução/Facebook
Angelita (esq.) estava com a filha Fabiana e também morreu no acidente
Imagem: Reprodução/Facebook
Irmã de Fabiana e filha de Angelita, Fernanda Figueredo afirmou que a família estava voltando para Ituporanga, onde moram, de uma consulta médica em Florianópolis. Conforme a familiar, a menina de sete anos era cardiopata, já tinha passado por duas cirurgias e estava fazendo acompanhamento. "Eles mandaram mensagem comemorando (o diagnóstico apresentado na consulta)", explica Fernanda.

Ela explica que a família ficou em choque após o acidente. "É impossível descrever o que sinto", lamenta. Amigos próximos relataram ao UOL que as duas meninas eram muito esperadas pelo casal. "A mãe (Fabiana) teve problemas para engravidar. Aí teve a primeira filha e logo a segunda depois de muito tratamento. Triste agora tudo isso acabar", diz uma amiga, que preferiu não se identificar.

As vítimas serão veladas a partir das 14h de hoje na Igreja do Evangelho Quadrangular de Ituporanga. O enterro ocorrerá às 8h de amanhã.

Cotidiano