PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
3 meses
Ato contra racismo termina em depredação em Curitiba (PR); PM reage

Do UOL, em São Paulo

01/06/2020 23h27

Um protesto contra o racismo realizado na noite de hoje em Curitiba (PR) terminou em depredação e conflito entre a Polícia Militar e manifestantes.

Segundo a rede RPC, afiliada da TV Globo no Paraná, o ato começou na Praça Santos Andrade, centro da capital, de forma pacífica. Houve gritos de "Fora, Bolsonaro" e referências à vereadora Marielle Franco, morta a tiros em uma emboscada na região central do Rio de Janeiro, em março de 2018.

O tumulto, no entanto, começou pouco tempo depois. Vídeos que circulam pelas redes sociais mostram vândalos atirando pedras e objetos em direção à fachada do Fórum de Curitiba. A Polícia Militar usou bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha para tentar controlar o grupo. Não há informações sobre detidos.

No Twitter, o ex-ministro da Justiça Sergio Moro, que é de Curitiba, compartilhou imagens da confusão e lamentou o quebra-quebra.

"É inaceitável violência ou depredação de patrimônio em protestos. Em vez de atingirem os objetivos propostos, os manifestantes violentos, mesmo minoritários, comprometem a legitimidade do movimento", escreveu ele.

Cotidiano