PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Rodeio clandestino com 120 pessoas é fechado pela Polícia Ambiental em SP

Rodeio clandestino realizado em Cedral (SP) - Divulgação/Polícia Ambiental
Rodeio clandestino realizado em Cedral (SP) Imagem: Divulgação/Polícia Ambiental

Naian Lopes

Colaboração para o UOL, em Pereira Barreto (SP)

01/05/2021 20h41Atualizada em 01/05/2021 22h37

Um rodeio clandestino foi encerrado na madrugada de hoje em uma chácara localizada no município de Cedral (SP). O evento irregular contava com cerca de 120 pessoas e acabou sendo paralisado por profissionais da Coordenadoria de Defesa Agropecuária do Estado de SP, policiais ambientais e agentes da Vigilância Sanitária da cidade.

Segundo informações das autoridades, o espaço tinha uma estrutura com um compartimento para reter bois, cavalos ou outros tipos de gado com segurança e equipamento de iluminação e som, já que havia um narrador de rodeio animando a arena.

Durante a abordagem, policiais ambientais identificaram três homens como responsáveis pela festa clandestina. Um deles era dono da chácara e os outros dois eram donos de companhias de rodeios, sendo responsáveis pelo fornecimento de 18 animais para o evento clandestino.

Segundo a Polícia Ambiental, o trio assumiu que estava fazendo o evento sem autorização da Prefeitura e descumprindo o decreto do Plano SP, que está na fase de transição.

O dono da chácara recebeu autuação dos fiscais. A Vigilância Sanitária aplicou multa de R$ 60 mil por causa da realização do evento sem autorização, além de promover aglomeração. A Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) do Estado de SP multou o proprietário em R$ 75 mil pelo confinamento dos bois sem vacinação contra febre aftosa.

Os proprietários dos animais também receberam multas. Cada um terá que pagar pouco mais de R$ 5 mil por ter transportado gado sem a GTA (Guia de Transporte de Animal).

A Polícia Ambiental ainda relatou que os animais não tinham sinais visíveis de maus tratos, mas todos foram recolhidos para serem vacinados, seguindo ordem da CDA. Os agentes que participaram do encerramento do evento dispersaram a aglomeração em torno do rodeio.

A Prefeitura de Cedral comunicou em nota que os responsáveis pelos animais e o dono da chácara não tinham autorização para realizarem o rodeio e explicou que o Departamento de Fiscalização cancelou o evento em conjunto com a Polícia Militar. Por fim, relatou que providências serão tomadas.

O UOL entrou em contato com a Polícia Ambiental para identificar o proprietário da chácara e os dois donos dos animais, mas a corporação informou que não está autorizada a dar essa informação.

Cotidiano