PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Grupo entra em igreja católica e destrói imagens religiosas em Osasco (SP)

A Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, em Osasco, teve imagens religiosas, vasos de flores e banheiros destruídos por vândalos - Reprodução/Facebook/Paróquia Nossa Senhora dos Remédios - Osasco
A Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, em Osasco, teve imagens religiosas, vasos de flores e banheiros destruídos por vândalos Imagem: Reprodução/Facebook/Paróquia Nossa Senhora dos Remédios - Osasco

Do UOL, em São Paulo

04/05/2021 09h53Atualizada em 04/05/2021 11h56

Um grupo de quatro pessoas — com dois homens e duas mulheres — entrou na Paróquia Nossa Senhora dos Remédios e destruiu sete imagens religiosas, vasos de flores e banheiros na noite de ontem em Osasco, na região metropolitana de São Paulo. Um dos padres da igreja católica conseguiu questionar um dos suspeitos e o homem teria respondido que praticou a ação "em nome de Jesus". Os suspeitos conseguiram fugir e ainda não foram identificados.

De acordo com uma postagem no Facebook da paróquia, a igreja foi invadida às 21h30 e os vândalos destruíram sete imagens religiosas, entre elas, a de Nossa Senhora dos Remédios, Nosso Senhor dos Passos, Santa Cecília, Sagrado Coração de Jesus e Santo Ubaldo.

O grupo também depredou os banheiros do local e quebrou vasos de flores que estavam na paróquia. Uma das imagens religiosas destruídas veio da Itália e estava na igreja há 60 anos, segundo o Bom Dia SP, da TV Globo.

Dois dos padres que moram no fundo da paróquia se deslocaram para o local ao ouvirem o barulho da depredação e se depararam com a vandalização no espaço e a fuga dos vândalos por uma porta lateral.

Um dos padres conseguiu alcançar um dos vândalos, que foi abordado por um senhor que estava na avenida durante a fuga, e questionou por que eles tinham destruído a paróquia e ele respondeu que tinha feito isso "em nome de Jesus".

Os suspeitos correram ainda mais e conseguiram entrar em um ônibus. O padre ainda conseguiu avisar o motorista do transporte que o grupo destruiu a igreja e o motorista teria dito que tinha horário para cumprir e seguiu o trajeto normalmente. "Eu não pude fazer nada", disse o padre da paróquia, Amauri Baggio, ao Bom Dia SP.

A capela possui câmeras de segurança, no entanto, um dos padres da igreja informou que elas não estão funcionando por estarem em manutenção. A expectativa é que os membros da capela façam um boletim de ocorrência ainda hoje.

Ao UOL, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou que a Polícia Militar foi acionada na noite de ontem para "atender uma ocorrência de vandalismo em uma igreja localizada na Rua Santa Erotildes, na Vila dos Remédios, em Osasco".

"No local, um padre informou que dois homens e duas mulheres danificaram sete obras e fugiram. As equipes iniciaram buscas na região para localizar os autores do crime e o representante da igreja foi orientado a realizar o registro de boletim de ocorrência", declarou a pasta.

O UOL entrou em contato com a Arquidiocese de São Paulo, mas não teve retorno até a última atualização desta matéria.

Paróquia e fiéis lamentam

No Facebook, a Paróquia Nossa Senhora dos Remédios postou vídeos da igreja destruída e escreveu: "Atos de vandalismo têm acontecido pelo mundo todo e dessa vez nossa paróquia foi alvo desse tipo... Graças a Deus todos os padres estão bem, mas infelizmente destruíram praticamente todas as imagens de nossa paróquia que ficavam expostas".

"Não tem como expressar a dor que a gente sente, mas tenho certeza de que a IGREJA VIVA, essa não foi destruída, pelo contrário, sairá mais fortalecida. Com a fé em Deus, a intercessão de Nossa Senhora e a dedicação de todos, vamos reconstruir e deixar nossa igreja melhor", declarou o padre Amauri Baggio em outra postagem no Facebook.

A Diocese de Osasco pediu orações no Facebook para lidar com este momento. "Oremos em desagravo por este ato de vandalismo e profanação da Casa de Deus."

Diversos fiéis também lamentaram a situação na rede social. "Estou MUITO TRISTE. Me casei nessa igreja e batizei meu filho mais velho e minhas sobrinhas. [Essa paróquia] faz parte da minha caminhada de fé. Deus está no comando e nossa igreja está viva!!", escreveu uma.

"Por favor, conte conosco pra ajudar na reconstrução das imagens e com certeza faremos uma ação de graças pra celebrar a reforma de tudo que foi danificado. Eu estou muito triste, fui batizada e me casei nessa igreja, antes disso meus pais trocaram votos nesse altar. Esse lugar tem os votos mais sagrados da minha vida, é importante demais pra mim eu quero ajudar de alguma maneira", comentou outra.

Cotidiano