PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Mãe e avó são presas por manterem menino autista trancado em canil no RJ

Criança foi encontrada dentro de um canil no RJ - Divulgação/PCERJ
Criança foi encontrada dentro de um canil no RJ Imagem: Divulgação/PCERJ

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

18/05/2021 11h25Atualizada em 18/05/2021 18h15

A Polícia Civil do Rio prendeu ontem a mãe e a avó materna de uma criança autista, de 8 anos, que mantinham o menino em cárcere privado, dentro de um canil sem nenhum tipo de higiene. O caso aconteceu em uma casa em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

De acordo com a polícia, o garoto era torturado. O crime foi denunciado por vizinhos da família.

Segundo o delegado José Salomão Omena, o menino foi encontrado "trancado no canil sozinho e com diversos ferimentos no corpo, elevado grau de desidratação e desnutrição".

A mãe e a avó foram presas em flagrante — seus nomes não serão divulgados, de maneira a proteger a identidade da criança. Elas foram indiciadas pelos crimes de tortura e cárcere privado. Mãe e avó alegaram que a criança tinha problemas mentais e por isso era mantida presa para evitar que ela fugisse.

Ainda, segundo o delegado, o imóvel onde a criança estava trancada fica localizado na comunidade do Gogó da Ema. A ação da polícia contou com o apoio do Conselho Tutelar.

"Esse resgate e essas prisões ocorreram através de uma ação de inteligência da Polícia Civil. A Vara da Criança e da Juventude determinou a entrada no local pelo Conselho Tutelar para evitar confronto entre a polícia e traficantes. A polícia prendeu a mãe e avó em outra localidade que não pode ser revelada", disse o delegado ao UOL.

Devido às lesões e ao estado de saúde, o menino foi levado para atendimento médico e está internado sob cuidados de uma equipe multidisciplinar. O estado de saúde dele é delicado, segundo a polícia.

Mais um caso de maus-tratos

Na semana passada, uma mulher foi presa também em Belford Roxo acusada de bater nos filhos com um cabo de vassoura. Aline dos Santos, 36, aparece em vídeos gravados por vizinhos batendo em três dos cinco filhos com 3, 9 e 12 anos de idade.

O caso ocorreu no bairro Jardim América. O Conselho Tutelar foi acionado e a mulher foi presa em flagrante. Exames de corpo de delito confirmaram as lesões. De acordo com a polícia, três crianças estavam com queimaduras nas mãos e um dos meninos ainda apresentava um corte na testa.

Cotidiano