PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
3 meses

Mulher denuncia violência mostrando 'X' vermelho na mão em farmácia de SC

Mulher denunciou companheiro com sinal vermelho em farmácia - Reprodução/NSC TV
Mulher denunciou companheiro com sinal vermelho em farmácia Imagem: Reprodução/NSC TV

Do UOL, em São Paulo

05/07/2021 08h40Atualizada em 05/07/2021 09h05

Uma mulher denunciou agressões do companheiro em uma farmácia em Rio dos Cedros, em Santa Catariana. A vítima desenhou um "X" na mão, e o atendente do estabelecimento acionou a Polícia Militar.

A denúncia aconteceu na sexta-feira (2) e o suspeito conseguiu fugir após ver a movimentação de dentro da farmácia, segundo a afiliada da Globo NSC. Ele aguardava a companheira e a filha de 10 anos no carro.

Segundo a TV, a vítima disse que o companheiro a agrediu e ameaçou matar a sua família. Os relatos de agressões já eram recorrentes e, na casa do suspeito, a polícia apreendeu uma espingarda e munições.

O homem ainda não foi localizado, mas o caso será investigado pela Polícia Civil. A mulher e os membros da família que foram ameaçados contam com medidas protetivas com 300 metros de distanciamento, a saída do homem da casa onde morava e a proibição de contato.

Sinal Vermelho

O "Sinal Vermelho" é um sistema de denúncia idealizado pelo Conselho Nacional de Justiça e a Associação dos Magistrados Brasileiros em que as vítimas de violência contra a mulher podem ir até as farmácias e fazer uma denúncia de agressão apresentando o símbolo.

Com o nome e endereço da vítima em mãos, os atendentes das farmácias e drogarias que aderirem à campanha deverão ligar imediatamente para a polícia para reportar a situação.

A iniciativa iniciou após a constatação do aumento dos casos registrados contra a mulher durante o período de isolamento social na pandemia.

Cotidiano