PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
15 dias

Vídeo mostra agressão de patroa contra babá que pulou de prédio em Salvador

Investigada desferiu socos e tapas no rosto e nas costas de babá, além de ameaçá-la - Reprodução/Youtube/Correio
Investigada desferiu socos e tapas no rosto e nas costas de babá, além de ameaçá-la Imagem: Reprodução/Youtube/Correio

Do UOL, em São Paulo

02/09/2021 17h16Atualizada em 02/09/2021 21h23

Uma câmera de segurança instalada dentro do apartamento de Melina Esteves França revelou o momento em que a mulher agride a ex-babá de seus filhos, Raiana Ribeiro, que pulou do 3° andar de um prédio, no dia 25 de agosto, alegando tentar fugir das agressões da patroa.

O UOL optou por não veicular o vídeo, dado o conteúdo violento das imagens. Em determinado trecho do conteúdo, já sentada no sofá, a suspeita continua a ação contra a funcionária, sem cessar os golpes, direcionados principalmente à cabeça da babá.

Nas imagens, gravadas no mesmo dia do incidente, Raiana aparece sentada no sofá da sala de estar enquanto Melina, em pé, desfere socos e tapas na funcionária, que pede desculpas à mulher. A contratante não deixa claro o suposto motivo da agressão, mas tenta punir a jovem, chegando a puxar seus cabelos e acertar seu rosto com um chute.

Confira o que é possível ouvir do conteúdo:

"Desculpa não, isso que você está certo? Tá certo o que você fez?", diz a mulher ao dar um tapa no rosto da babá que cuida de seus filhos. "Uma criança é um anjo".

"Me mate logo".

"Eu vou lhe derrubar. (...) Reze mesmo, reze mesmo. Veio na minha casa pra quê? Veio na casa dos outros pra quê? Responda. Vagabunda. Horrorosa".

Respostas

Após a denúncia feita por Raiana, outras 12 babás que prestaram serviços na casa de Melina também abriram boletins de ocorrência contra a antiga contratante, por agressões e ameaças nos mesmos moldes da alegação da última funcionária.

O UOL entrou em contato com o advogado Bruno Oliveira, que representa a defesa de 8 das 12 ex-funcionárias. O defensor afirmou que tomou conhecimento do vídeo apenas hoje e que Raiana confirmou que é ela quem aparece nas imagens.

"Já foi divulgado na mídia, outro vídeo do dia 24/08. Tudo isso confirma todo o depoimento de Raiana, que sofreu torturas por dois dias", completou o profissional.

No caso de Melina, seu antigo advogado entregou o caso na tarde de ontem. Até a publicação deste registro, não conseguimos confirmar a indicação de um novo defensor para o caso e seguimos tentando contato com a investigada. O espaço segue aberto para seu posicionamento.

Cotidiano