PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

'Aeronave era nova', diz prefeito de Piracicaba sobre queda de avião

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/09/2021 12h43Atualizada em 14/09/2021 16h20

O prefeito de Piracicaba, Luciano Almeida (DEM), disse não conseguir compreender a queda do avião que matou 7 pessoas hoje na cidade, já que a aeronave era nova. Ele falou em entrevista ao programa UOL News do meio-dia.

"É um dia triste, muito triste. Nada que a gente possa entender o porquê. Era uma aeronave nova. Tinha acabado de vir da revisão", afirmou o político.

As vítimas do acidente são o empresário e agropecuarista Celso Silveira de Mello Filho, a esposa, Maria Luiza Meneghel, e os três filhos do casal - que não tiveram a idade revelada -, além do piloto Celso Elias Carloni e do copiloto Giovani Gulo.

Celso é irmão do empresário Rubens Ometto Silveira Mello, dono do Grupo Cosan - uma das maiores produtoras de álcool e açúcar do Brasil e responsável pelas empresas Raízen, Moove, Comgás e Rumo. A família estaria viajando do interior paulista para o Pará, onde Celso possui fazendas, quando o acidente aconteceu.

O prefeito falou que esteve com Mello Filho há cerca de um mês, e chegou a conversar sobre a aeronave. "Brinquei com ele que queria comprar esse avião e ele disse que não venderia nunca, porque era um avião muito seguro".

Almeida informou que aguarda a perícia da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil, e que ainda não há informação sobre as causas do acidente.

Cotidiano