PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Polentas de graça e esculturas do alimento viram atração no RS

Tombo da Polenta, em Monte Belo do Sul - Marlove Perin/Divulgação
Tombo da Polenta, em Monte Belo do Sul Imagem: Marlove Perin/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

22/05/2022 17h20

Monte Belo do Sul (RS), a cerca de 140 quilômetros da capital Porto Alegre, recebe esta semana a 11ª edição da festa chamada Polentaço. Além de ganhar pratos de polenta de graça, os moradores e visitantes podem admirar esculturas feitas do alimento.

Um momento clássico de início da celebração é o Tombo da Polenta Gigante, no qual os organizadores e cozinheiros do evento levam um caldeirão enorme repleto de polenta e derramam a comida em um tabuleiro (foto acima). Segundo o Polentaço, este ano foi possível servir 2.500 porções a partir da grande panela.

Exposição das obras feitas com polenta na 10ª edição do Polentaço, em Monte Belo do Sul  - Marlove Perin/Divulgação - Marlove Perin/Divulgação
Exposição das obras feitas com polenta na 10ª edição do Polentaço, em Monte Belo do Sul
Imagem: Marlove Perin/Divulgação

Outra atração que movimenta o evento em Mote Belo do Sul é admirar as esculturas de polentas. Tipicamente, famílias se juntam para montar os formatos e podem usar objetos para sustentar as peças e diversos pontos da polenta, da mais mole até a mais encorpada.

A festa começou no sábado (21) e termina hoje (22).

A polenta é, tradicionalmente, um prato italiano que tem a farinha de milho como ingrediente principal. Antes da popularização da comida no Brasil, já era comum o consumo de angu, mas a polenta se diferenciou com suas possibilidades de ser grelhada ou frita.

Cotidiano