PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Policial ferido em acidente com Porsche no DF tem perna amputada

Gueltz Costa Pinto, 34, participava de corrida de rua quando foi atingido por carro de luxo  - Reprodução/Instagram
Gueltz Costa Pinto, 34, participava de corrida de rua quando foi atingido por carro de luxo Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

27/06/2022 09h25Atualizada em 27/06/2022 09h34

Um policial penal teve a perna amputada após ser atingido por um Porsche enquanto participava de uma corrida de rua nos arredores do Palácio do Jaburu, no Distrito Federal.

As informações foram confirmadas ao UOL pela assessoria do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. O acidente com o veículo de luxo, de modelo 911 Carrera S, também deixou duas pessoas mortas, no início da manhã de ontem. O presidente Jair Bolsonaro (PL) chegou a visitar o local, na via de acesso à residência oficial do vice-presidente Hamilton Mourão.

O policial ferido foi identificado pelo Sindpol (Sindicato dos Policiais Penais) da capital federal. Ele é Gueltz Costa Pinto, 34, e participava da Corrida Volta do Lago 2022, uma ultramaratona com competidores que correm de 60 a 100 km, nas modalidades individual e de revezamento, em equipes de até 8 integrantes.

Na nota, publicada no início da tarde de ontem, o sindicato informou que Gueltz foi levado ao Hospital de Base, onde passou por uma cirurgia de emergência. Ele não corre risco de morte, apesar de ainda estar em estado grave.

"A direção do Sindpol-DF está consternada e se solidariza com o colega, ao tempo que pede a toda categoria que lhe inclua em suas orações e lhe envie energias de força, compreensão e resignação para que ele possa passar por esse momento tão doloroso", completou a postagem no Instagram.

porsche acidente - Divulgação/ Corpo de Bombeiros do Distrito Federal - Divulgação/ Corpo de Bombeiros do Distrito Federal
Bombeiros durante busca por vítimas de acidente com um Porsche no Distrito Federal
Imagem: Divulgação/ Corpo de Bombeiros do Distrito Federal

Carro acidentado chega a custar R$ 1,5 milhão

Imagens divulgadas ontem pelo Corpo de Bombeiros do Distrito Federal mostraram o Porsche que atingiu o policial irreconhecível, com pedaços espalhados por um longo trecho de canteiro, ao lado da via. Um exemplar 0 km do modelo destruído custa entre R$ 700 mil e R$ 1,5 milhão.

Rafael Esmaniotto Soares, 37, apontado como motorista do veículo, morreu no local com múltiplas fraturas.

Uma mulher de 22 anos foi encontrada inconsciente perto do veículo, com sinais vitais instáveis, traumatismo craniano e fratura na perna esquerda. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

A rua em que o acidente aconteceu dá acesso ao Palácio do Jaburu e também Palácio do Alvorada, onde vive o presidente Jair Bolsonaro. Ele foi até o local do acidente de moto, como mostrou um vídeo divulgado pelo portal Metrópoles.

A via chegou a ser totalmente interditada para a realização de perícia, por conta da queda do poste e da presença de parte do veículo.

Cotidiano