Conteúdo publicado há 3 meses

Nunes critica movimento de motoristas de ônibus em SP: 'Ato criminoso'

O prefeito de São Paulo Ricardo Nunes (MDB), classificou como criminosa a ação de motoristas de ônibus após uma paralisação fechar nove terminais hoje.

O que aconteceu

Nunes afirmou que os motoristas "têm feito isso constantemente" e que há alguns meses a Polícia Civil pediu o afastamento do presidente do SindMotoristas (Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário e Urbano de SP). "Tem uma briga entre eles lá com relação à eleição do sindicato que acaba, de forma criminosa, fazendo essas ações na cidade", disse em entrevista à rádio CBN

O prefeito afirmou que um boletim de ocorrência está sendo registrado e espera que os envolvidos sejam investigados. "É um absurdo o que eles fazem. O transporte coletivo é um serviço essencial. Evidentemente, o direito à greve é garantido, com aviso de 72 horas antes".

Nunes disse que conversará com o delegado-geral para uma "ação mais contundente" contra o ato que ele considera "criminoso". "O que eles fazem? Eles vão no terminal, furam o pneu dos ônibus, tiram a chave e impedem os ônibus de saírem [...] Já estamos com a situação reestabelecida, mas prejudicou mais de meio milhão de pessoas por uma ação criminosa e irresponsável".

Manifestação ligada à eleição do sindicato de motoristas impediu acesso em nove terminais, em diferentes zonas da cidade. Foram eles:

  • João Dias
  • Mercado
  • Campo Limpo
  • Capelinha
  • Parque D. Pedro 2º
  • Pinheiros
  • Santana
  • Santo Amaro
  • Vila Nova Cachoeirinha

Em nota, a SPTrans disse repudiar os atos e que pediu apoio da polícia. "A SPTrans está deslocando suas equipes de campo e os guinchos do sistema de transporte municipal para prestar apoio à operação dos terminais da cidade A SPTrans está deslocando suas equipes de campo e os guinchos do sistema de transporte municipal para prestar apoio à operação dos terminais da cidade", declarou.

Às 11h45, os terminais João Dias e Santo Amaro, ambos na zona sul, continuavam fechados, apurou a Folha de S.Paulo. A SPTrans diz que a operação em todos os terminais está sendo normalizada gradativamente desde às 10h35.

Continua após a publicidade