Conteúdo publicado há 1 mês

Operação em comunidades do Rio deixa 9 mortos; PM mata 7 em confronto

A PM e a Polícia Civil fazem uma megaoperação em comunidades do Rio para prender chefes de facções criminosas. Nove suspeitos foram mortos, sendo sete em confronto com a PM, e quatro estão feridos.

O que aconteceu

Policiais entraram nos complexos da Penha e do Alemão nas primeiras horas de hoje. Os alvos são lideranças e integrantes de facção responsáveis pela recente disputa por territórios no Rio nas zonas norte e oeste, Baixada Fluminense e cidades do interior.

No Complexo da Maré, a Polícia Civil tenta prender traficantes do Comando Vermelho. Um monitoramento constatou uma movimentação de criminosos na região. Eles são investigados por tráfico de drogas e roubo de veículos.

Um cerco policial deixou quatro mortos na madrugada. Policiais entraram em confronto com suspeitos que saíam da Penha em um carro roubado. Todos os ocupantes do carro foram feridos e socorridos, mas nenhum resistiu aos ferimentos.

Três suspeitos morreram em confronto com a PM na Comunidade da Flexal. Um quarto suspeito foi atingido e está internado.

Outros dois suspeitos morreram durante a operação na rua Canitar, no Alemão. Eles tinham passagem pela polícia, mas as mortes não foram classificadas pela PM como resultados do confronto. A polícia apenas informou que os homens feridos foram socorridos por populares a uma UPA da região, mas não resistiram.

Três criminosos foram presos. Na Penha, a polícia prendeu Bebel da Penha, que estava foragido por tráfico de drogas. Um segundo homem foi preso no Alemão após confronto com a polícia. Nas proximidades da Linha Vermelha, a PM também prendeu um foragido da Justiça que tentava fugir de ônibus.

Dois policiais ficaram feridos. Um policial do Bope foi atingido no braço durante operação na Penha e um policial do 3º BPM foi ferido por estilhaços. Os dois foram socorridos e estão estáveis.

Foram apreendidas três pistolas, cinco fuzis, rádios comunicadores, munições, um colete à prova de balas, dois carros e drogas. Dois adolescentes também foram apreendidos na Comunidade do Quitungo.

Continua após a publicidade

Um acampamento numa área de mata do Alemão foi destruído pela PM na manhã de hoje. Segundo a polícia, o local era usado por criminosos.

Escolas fechadas e 20 mil alunos sem aula

Na Maré, 24 escolas municipais ficaram sem funcionar na manhã de hoje. A Secretaria de Educação do Rio estima que 8.140 alunos foram afetados.

No Complexo do Alemão, 20 unidades escolares suspenderam as atividades por causa da operação policial. Cerca de 7.185 alunos ficaram sem aula.

Na região da Penha, 16 escolas não tiveram aulas, afetando 4.894 alunos.

Continua após a publicidade

Deixe seu comentário

Só para assinantes