Conteúdo publicado há 1 mês

Vídeo mostra momento em que idoso leva 'voadora' antes de morrer em Santos

Uma câmera de segurança gravou o momento em que o idoso César Fine Torresi foi golpeado por Tiago Gomes de Souz em frente a um shopping em Santos (SP).

O que aconteceu

Imagens mostram momento em que idoso, de camisa branca, cai no chão. No vídeo, gravado à distância, não é possível ver o que acontece antes do golpe.

Em pouco tempo, pessoas cercam o idoso para prestar socorro. Uma delas era um médico que passava pelo local, informou a polícia.

Primeira viatura policial pode ser vista 10 minutos após idoso ser golpeado. Minutos depois, uma ambulância do Samu chega para prestar socorro à vítima.

Reconstituição da cena do crime foi feita por falta de registros de câmera de segurança na região. Na quinta-feira (13), a polícia levou o suspeito até a cena do crime para ter uma melhor ideia sobre o ocorrido. A versão do neto de César, um menino de 11 anos, foi apresentada pelo pai dele, filho do idoso, para preservar a criança.

Relembre o caso

Siga UOL Notícias no

Idoso de 77 anos morreu após levar uma "voadora" no peito quando tentava atravessar a rua em Santos (SP) em 8 de junho. César Fine Torresi cruzava a rua de mão dada com o neto, de 11 anos, quando um carro dirigido por Tiago Gomes de Souza, um Jeep Commander, quase o atropelou, segundo testemunhas.

Após o idoso bater com a mão no capô do carro, houve um desentendimento. Então, o motorista de 39 anos desceu do veículo e o golpeou com os pés na região do peito. O caso foi registrado na rua Pirajá da Silva na tarde do dia 8 de junho.

Continua após a publicidade

O idoso bateu a cabeça ao cair no chão, segundo a Polícia Militar. Um médico que passava pelo local prestou os primeiros socorros e acionou o Samu. César foi socorrido à UPA Leste, segundo familiares.

Meu pai se assustou com o carro do agressor, um Jeep Commander, que quase o atropelou. Ele bateu com a mão no capô e o agressor desceu e golpeou meu pai com uma voadora.
Cesar Fine Torresi Filho, ao UOL

Na UPA, o idoso teve paradas cardíacas e morreu. Ele também teve um quadro de traumatismo craniano, informaram os parentes de César.

Deixe seu comentário

Só para assinantes