Conteúdo publicado há 24 dias

Dentista proibido de atender em GO é preso fazendo procedimento clandestino

O dentista Igor Leonardo Soares Nascimento, proibido de exercer a função após uma paciente perder parte do nariz em 2020, foi preso na segunda-feira (24), em Aparecida de Goiânia (GO), enquanto fazia um procedimento clandestino em uma clínica.

O que aconteceu

Ele captava clientes pela internet e trancava a clínica com a justificativa de que era por segurança, disse ao UOL o delegado Igomar Caetano.

Os policiais cumpriram mandado de busca e apreensão na clínica. No local, os agentes encontraram unidades de PMMA, substância que tem uso proibido para estética.

Igor Leonardo responderá por exercício ilegal da profissão, desobediência à decisão judicial e crimes contra o consumidor. "Ele disse que a pessoa que estava lá não era cliente, que não estava sendo feito procedimento algum", afirmou o delegado.

O paciente achava que o dentista estava aplicando ácido hialurônico, segundo a Polícia Civil.

O UOL tenta contato com a defesa do dentista. Se houver resposta, o texto será atualizado.

Lesão no nariz

O dentista Igor Leonardo foi indiciado pela Polícia Civil de Goiás em janeiro do ano passado por exercício ilegal da medicina e lesão corporal gravíssima. Ele realizou um procedimento cirúrgico no rosto de uma esteticista em Aparecida de Goiânia, que resultou em perda parcial do nariz da paciente.

Em maio, segundo o delegado Igomar Caetano, uma decisão judicial suspendeu o registro de Igor Leonardo no Conselho Regional de Odontologia de Goiás.

Continua após a publicidade

Deixe seu comentário

Só para assinantes