PUBLICIDADE
Topo

Rede lança deputada Marina Helou pré-candidata a prefeita de São Paulo

Deputada estadual, Marina Helou é pré-candidata da Rede a prefeita de São Paulo - Reprodução/Facebook/eusouhelou
Deputada estadual, Marina Helou é pré-candidata da Rede a prefeita de São Paulo Imagem: Reprodução/Facebook/eusouhelou

Nathan Lopes

Do UOL, em São Paulo

08/09/2020 12h27

A Rede Sustentabilidade lançou hoje a pré-candidatura da deputada estadual Marina Helou à Prefeitura de São Paulo. Com a decisão da Rede, já são ao menos 18 postulantes ao cargo de prefeito.

Apesar do lançamento da pré-candidatura ter acontecido hoje, ela precisará ser confirmada na convenção do partido, em 15 de setembro. A Rede ainda não anunciou o nome de quem ocupará a posição de vice.

Formada em Administração Pública pela FGV (Fundação Getulio Vargas), Helou tem 33 anos e está em seu primeiro mandato como deputada estadual.

Em 2018, ela obteve pouco menos de 25 mil votos apenas na capital paulista. Em todo o estado, a parlamentar conquistou o apoio de cerca de 40 mil eleitores.

Dois anos antes, em 2016, ela tentou ser vereadora na capital paulista, mas seus 16,2 mil votos não foram suficientes na ocasião. Helou, porém, foi a mais votada do partido.

Sem "lacração"

Principal nome da Rede, a ex-ministra Marina Silva disse que o lançamento da pré-candidatura acontece em um momento difícil em razão da pandemia do novo coronavírus e que a eleição deste ano acontece em um contexto de crise.

Ela também defendeu que é preciso sair da polarização e da "cultura da lacração". "Não temos que ficar prisioneiros do que dá mais like se isso é destrutivo, se isso é populista."

A ex-ministra fez menção ao uso de redes sociais para a campanha municipal. "Que as novas linguagens possam ser potencializadas para levar a sua mensagem", disse Marina Silva.

A Rede não terá direito a tempo no horário eleitoral por não possuir ao menos cinco deputados federais atualmente.

Confira quem disputa a Prefeitura de São Paulo:

  1. PSDB: Bruno Covas, pré-candidato
  2. PSB: Márcio França, pré-candidato
  3. PSOL: Guilherme Boulos, candidato
  4. PT: Jilmar Tatto, pré-candidato
  5. PSL: Joice Hasselmann, candidata
  6. Republicanos: Celso Russomanno, pré-candidato
  7. PCdoB: Orlando Silva, candidato
  8. Novo: Filipe Sabará, candidato
  9. Patriota: Arthur do Val, candidato
  10. PSD: Andrea Matarazzo, candidato
  11. PTB: Marcos da Costa, pré-candidato
  12. PRTB: Levy Fidelix, candidato
  13. Rede: Marina Helou, pré-candidata
  14. PSTU: Vera Lúcia, pré-candidata
  15. PCB: Antonio Carlos Mazzeo, pré-candidato
  16. UP: Vivian Mendes, pré-candidata
  17. PTC: Ribas Paiva, pré-candidato
  18. PCO: Antonio Carlos Silva, pré-candidato
Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado, o partido de Andrea Matarazzo é o PSD, e não o PSB. O texto foi corrigido.