PUBLICIDADE
Topo

Na TV, Russomanno mostra Bolsonaro; Tatto tem Lula, e Covas, o avô

Nathan Lopes

Do UOL, em São Paulo

09/10/2020 13h18Atualizada em 15/10/2020 17h55

O horário eleitoral na televisão começou com os candidatos a prefeito de São Paulo tentando ligar suas imagens a puxadores de votos.

Líder nas pesquisas, Celso Russomanno (Republicanos) mostrou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Com 1% segundo o Datafolha, o petista Jilmar Tatto apostou no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para tentar crescer. Já o atual prefeito Bruno Covas (PSDB) relembrou o avô, o ex-governador Mário Covas (PSDB), morto em 2001.

Outros famosos, como a cantora e deputada estadual Leci Brandão (PCdoB) e o ator Wagner Moura, também apareceram nas propagandas de Orlando Silva (PCdoB) e Guilherme Boulos (PSOL), respectivamente.

"Apoio do presidente"

Russomanno repetiu o discurso transmitido mais cedo no horário eleitoral do rádio, dizendo que não pede uma nova chance para ele, mas para São Paulo.

Ao final, ele mostrou imagens de encontros com Bolsonaro. Em sua fala, destaca que, "o que São Paulo precisa é de um candidato que tenha apoio do presidente da República".

Avô e câncer

Covas apostou em um trecho de discurso de Mário Covas em que o ex-governador fala sobre adversidades. "Diante dela, só há três atitudes possíveis: enfrentar, combater e vencer", disse o ex-governador no vídeo.

O candidato relembrou o tratamento contra um câncer e mostrou imagens do período em que passou no hospital. Mas reforçou que está "bem, saudável" e "cada dia melhor". "Ter enfrentado a morte cara a cara me mostrou o receio que as pessoas têm de perder a vida", disse.

Capitão Nascimento

Já Boulos trouxe Moura, ator conhecido por ter interpretado o capitão Nascimento no filme "Tropa de Elite". O ator diz que São Paulo tem uma "oportunidade histórica" de votar em Boulos e Luiza Erundina, candidata a vice na chapa do PSOL.

Márcio França, do PSB, fez um discurso sobre a pandemia do novo coronavírus e prestou solidariedade a quem perdeu familiares e conhecidos em razão da covid-19. "A pandemia nos mostrou a importância de se resgatar valores como a compaixão e o respeito pelo próximo", disse.

Aposta em Lula

No programa do petista, Lula disse que, "se você conhece o Bilhete Único, os corredores de ônibus, o Vai e Volta, as ciclovias, você conhece o trabalho de Jilmar Tatto". O candidato, por sua vez, também falou sobre ser desconhecido. "Talvez você ainda não me conheça. Mas com certeza conhece o meu trabalho." O PT aposta no ex-presidente para tentar levantar a candidatura de Tatto.

Outros candidatos

Na propaganda de Orlando Silva, Leci Brandão leu um discurso em que indicou desigualdades raciais na sociedade. Arthur do Val (Patriota), conhecido como Mamãe Falei, e Filipe Sabará (Novo) convidaram os eleitores para visitarem suas páginas na internet. Andrea Matarazzo (PSD) aproveitou o tempo para apresentar sua biografia.

Já Joice Hasselmann (PSL) se colocou em filmes e utilizou desenhos animados para chamar a atenção. Ela também utilizou imagens em que uma pessoa utiliza a fantasia de Peppa Pig, um dos apelidos atribuídos a ela pelos apoiadores de Bolsonaro, antigos aliados e agora seus adversários.

Marina Helou (Rede), Vera Lúcia (PSTU), Levy Fidelix (PRTB) e Antonio Carlos (PCO) não têm direito a espaço no horário eleitoral.

No rádio, o horário eleitoral tem dois horários, às 7h e às 12h. Na televisão, as exibições serão às 13h e às 20h30. O período de propaganda na mídia termina em 12 de novembro, três dias antes do primeiro turno, marcado para o dia 15.