PUBLICIDADE
Topo

TV Cultura confirma debate entre candidatos à Prefeitura de São Paulo

Primeiro debate com candidatos à prefeitura de São Paulo que ocorreu na TV Bandeirantes; TV Cultura confirma segundo encontro no dia 12 de novembro - Kelly Fuzaro/Band
Primeiro debate com candidatos à prefeitura de São Paulo que ocorreu na TV Bandeirantes; TV Cultura confirma segundo encontro no dia 12 de novembro Imagem: Kelly Fuzaro/Band

Douglas Porto

Do UOL, em São Paulo

14/10/2020 12h55Atualizada em 19/10/2020 11h08

A TV Cultura realizará um debate entre os candidatos à prefeitura de São Paulo no dia 12 de novembro. A informação foi divulgada por meio de nota na tarde de hoje. Caso haja segundo turno, os dois candidatos mais votados serão sabatinados em uma edição especial do programa Roda Viva, no dia 23 do mesmo mês.

Em nota, o diretor de jornalismo, Leão Serva, disse que a emissora ficou "ficou surpresa com o fato de que esta poderia ser uma eleição praticamente sem debate, que criaria uma lacuna muito grande no processo democrático do País. E como TV pública, a direção chegou à conclusão que era missão da emissora promover um debate com candidatos a prefeito de São Paulo. Desde a democratização, os debates fazem parte do processo de escolha dos eleitores."

O único debate até então do primeiro turno das eleições paulistanas ocorreu na TV Bandeirantes, em 1º de outubro.

No encontro, se reuniram os candidatos dos partidos que possuem representação na Câmara dos Deputados: Andrea Matarazzo (PSD), Arthur do Val (Patriota), Bruno Covas (PSDB), Celso Russomanno (Republicanos), Filipe Sabará (Novo), Guilherme Boulos (Psol), Jilmar Tatto (PT), Joice Hasselmann (PSL), Márcio França (PSB), Orlando Silva (PCdoB) e Marina Helou (Rede).

Cancelamento dos debates em outras emissoras

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus e das recomendações dos órgãos de saúde contra aglomeração de pessoas, diversas emissoras cancelaram seus debates previamente marcados. Em 28 de setembro, o SBT desmarcou seu encontro. Em 6 de outubro, TV Record e CNN Brasil também abdicaram de seus eventos. Já no dia 7, a RedeTV também desistiu da exibição.

A Rede Globo cogitou realizar seu debate primeiramente apenas com os quatro candidatos melhores colocados nas pesquisas de opinião. Porém, em 9 de outubro, a emissora informou que não conseguiu firmar acordo com os partidos políticos, assim cancelando o programa.