PUBLICIDADE
Topo

Covas quis capturar "espírito da quebrada" para slogan de campanha

20.out.2020 - Bruno Covas (PSDB) entrega 38 novas viaturas para a GCM (Guarda Civil Metropolitana) - MISTER SHADOW/ESTADÃO CONTEÚDO
20.out.2020 - Bruno Covas (PSDB) entrega 38 novas viaturas para a GCM (Guarda Civil Metropolitana) Imagem: MISTER SHADOW/ESTADÃO CONTEÚDO

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

23/10/2020 04h00

Simpatia no rosto e o prefeito Bruno Covas (PSDB) declara em sua propaganda política na TV: "Vamos com força, foco e fé".

A frase que está nas regatas de crossfiteiros e reuniões da endinheirada avenida Brigadeiro Faria Lima vem das periferias de São Paulo e virou slogan de campanha do candidato a reeleição. A expressão foi escolhida por remeter à cultura popular da cidade nas quebradas, apurou o UOL.

Força, foco e fé aparece em músicas, sejam sambas, raps e funks. Também sintetiza um estado de espírito de não se entregar. Foi esta carga que a equipe de Covas quis levar para a campanha. Pesou bastante a frase ser um termo usado pelo prefeito.

Logo em sua primeira entrevista depois de assumir o posto, com a posse de João Doria (PSDB) no governo do Estado, Bruno Covas usou o "força, foco e fé".

Mas integrantes da equipe de Covas têm consciência que qualquer mensagem pode ser entendida de forma diferente. Por este motivo, consideraram justas algumas interpretações de especialistas ouvidos pelo UOL.

A primeira é que o slogan reflete a batalha do prefeito contra o câncer. A luta pela saúde aparece com frequência nas propagandas na televisão do candidato.

A outra avaliação é que a expressão é referência à espiritualidade, visando o voto religioso. O consultor em marketing político Marcelo Iten afirmou que mostrar fé é algo que conta pontos junto ao eleitor que acredita em Deus. Ele ressaltou ainda que este slogan que apela para um sentimento e não para algo prático, visando obras e realizações, que caracterizam as eleições municipais.

Professor da ESPM e especialista em marketing político, Emmanuel Publio Dias disse que estas três palavras são corriqueiras no universo empresarial. Ele chama a atenção para a expressão bastante usada "foco na missão".

Publio também está no campo dos especialistas que veem na expressão uma sinalização ao eleitorado religioso, uma associação quase automática com o emprego da palavra fé.

A campanha de Covas refuta que faça parte da estratégia misturar política e religião. O termo fé seria usado no sentido de ter confiança, de acreditar que as coisas vão melhorar. Mas, se trouxer mais eleitores, é lucro.

Eleições 2020 em SP: políticos fazem campanha na capital