PUBLICIDADE
Topo

Dilma sai em defesa de Marília e Manuela e vê 'baixarias' dos adversários

Ex-presidente afirmou que candidatas são vítimas de fake news - Wilton Júnior/Estadão Conteúdo
Ex-presidente afirmou que candidatas são vítimas de fake news Imagem: Wilton Júnior/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

23/11/2020 12h33Atualizada em 23/11/2020 15h21

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) saiu hoje em defesa de duas candidatas da esquerda a prefeituras de capitais. A menos de uma semana do segundo turno, Dilma demonstrou apoio a Marília Arraes (PT) no Recife e Manuela D'Ávila (PCdoB) em Porto Alegre. Segundo a ex-presidente, ambas as candidatas vêm enfrentando "baixarias" dos adversários.

No Recife, Marília disputa o segundo turno contra o seu primo de segundo grau João Campos (PSB), enquanto Manuela enfrenta na capital gaúcha Sebastião Melo (MDB), que já foi vice-prefeito da cidade. Ambas as candidatas vêm reclamando na última semana que são vítimas de notícias falsas por parte de seus adversários. Manuela também foi alvo de declarações machistas durante o primeiro turno.

"Marília Arraes, no Recife, e Manuela D'Ávila, em Porto Alegre, sendo agredidas por fakenews (sic) e baixarias dos adversários que, na falta de apoio popular, por desespero apelam para a violência política. Não passarão! Marília e Manuela responderão nas urnas, com grandes vitórias", afirmou Dilma no Twitter.

Outro petista que demonstrou apoio às candidatas foi Fernando Haddad. O ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação afirmou que Marília e Manuela vêm "enfrentando as piores práticas políticas".

"Marília Arraes e Manuela D'Ávila estão enfrentando as piores práticas políticas. Não é assim que se disputa eleição. Força. Vocês vieram para ficar", escreveu Haddad.

A disputa nas duas capitais se definirá no próximo domingo, quando será realizado o segundo turno das eleições municipais.