PUBLICIDADE
Topo

Delegado Pazolini (Republicanos) desbanca PT e é eleito prefeito de Vitória

Delegado Pazolini (Republicanos) ganhou a disputa e será prefeito de Vitória - Reprodução/Facebook
Delegado Pazolini (Republicanos) ganhou a disputa e será prefeito de Vitória Imagem: Reprodução/Facebook

Beatriz Montesanti

Colaboração para o UOL

29/11/2020 17h52Atualizada em 29/11/2020 19h49

O Delegado Pazolini (Republicanos) foi eleito prefeito de Vitória (ES) neste domingo (29), frustrando as expectativas do PT de retomar a capital capixaba. Com 100% das urnas apuradas, o vencedor registrava 58,5% dos votos.

"Os desafios são enormes, mas eu me preparei e vou dar o meu melhor, vou fazer o trabalho da minha vida e trazer Paz e Igualdade para a nossa capital", escreveu Pazolini no Instagram.

Pazolini começou a campanha em terceiro lugar, mas ultrapassou o deputado estadual Fabrício Gandini (Cidadania) e superou no segundo turno o ex-prefeito petista João Coser (41,5%), com quem vinha travando uma disputa acirrada no segundo turno, aparecendo empatado com o rival nas últimas pesquisa do Ibope.

Aos 38 anos, o delegado está em seu primeiro mandato como deputado estadual e foi titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente. No ano passado, concedeu a "Comenda Ordem do Mérito Diogo Martins" da Assembleia à ministra Damares Alves.

Em junho, esteve no Hospital Estadual Dório Silva, junto a outros deputados, após fala do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estimulando a população a invadir hospitais para filmar a quantidade de leitos disponíveis a pacientes de covid-19. A Procuradoria-Geral do Estado entrou com uma representação criminal contra os parlamentares.

No segundo turno, no entanto, o futuro prefeito tentou descolar sua imagem da do presidente, dizendo rejeitar a extrema-direita. Seu partido abriga dois dos filhos de Bolsonaro, Flávio e Carlos, e teve o apoio do mandatário nas campanhas realizadas no Rio, com Marcelo Crivella, e em São Paulo, com Celso Russomanno.

A segurança pública pautou o horário eleitoral na capital capixaba, com candidatos reforçando a necessidade de investimentos na Guarda Municipal.