PUBLICIDADE
Topo

Sarto diz que será prefeito da 'pacificação' e enfatiza combate à covid

José Sarto Nogueira e Elcio Batista, eleitos prefeito e vice de Fortaleza - Divulgação
José Sarto Nogueira e Elcio Batista, eleitos prefeito e vice de Fortaleza Imagem: Divulgação

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

29/11/2020 23h28

O prefeito eleito de Fortaleza, José Sarto Nogueira (PDT), prometeu na noite de hoje, após a vitória sobre Capitão Wagner (Pros) no segundo turno da eleição municipal, que os moradores da capital cearense não ficarão sem a vacina contra a covid-19. Ele ainda defendeu a retomada da economia e o retorno das aulas com segurança contra o novo coronavírus e disse que será o prefeito da "pacificação".

Sarto obteve 668.652 votos (51,69%) e derrotou Wagner, que somou 624.892 votos (48,31%). No primeiro turno, o pedetista já havia ficado na frente, com 35% dos votos válidos contra 33% do adversário. Ele tem como vice Elcio Batista (PSB).

A eleição acabou hoje. Vamos construir agora um processo de pacificação, tirar espinho do coração de quem tem espinho no coração. Agora vamos construir uma cidade de todos nós e todas nós, uma Fortaleza melhor para todos nós
Sarto (PDT), prefeito eleito de Fortaleza

O pedetista voltou a afirmar projetos que defendeu durante a campanha eleitoral e destacou que 2021 trará muitos desafios, mas disse que logo que assumir o cargo, trabalhará com três prioridades: a geração de emprego e renda; a garantia de vacinação contra o novo coronavírus para todos os moradores de Fortaleza, priorizando grupos de risco; e o retorno seguro às aulas, com estudantes e professores vacinados, além da recuperação do calendário escolar.

O novo prefeito de Fortaleza conversou com a imprensa no Comitê Central, no bairro do Cocó, e disse que está muito feliz porque "Fortaleza acolheu a nossa mensagem de união e pacificação."

"Quero dizer que agora sou o prefeito de todos e de todas, não há diferenças. A minha mensagem é de pacificar e de construir uma cidade mais justa, igual, inclusiva, humana, moderna, para todos e todas", declarou Sarto.

O prefeito eleito informou que amanhã iniciará a transição do governo municipal e que, em breve, anunciará a equipe que fará parte da sua gestão.

Apoio de Ciro, atual prefeito e governador

Sarto tem 61 anos, é natural do município de Acopiara (CE), interior do estado, médico e está no sétimo mandato como deputado estadual. Já foi vereador em Fortaleza duas vezes (1988 e 1992). Atualmente, ele é presidente da Assembleia Legislativa do Ceará. O prefeito eleito recebeu apoio do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), do governador do Ceará, Camilo Santana (PT), e do atual prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), que é reeleito no cargo.

Após o resultado, o governador do Ceará afirmou que a vitória de Sarto à prefeitura de Fortaleza é "da defesa da verdade, do respeito, da paz, e do reconhecimento ao trabalho e à enorme disposição para enfrentar os muitos desafios que virão pela frente."

"Temos um povo sábio, justo e trabalhador, que sempre buscará a escolha do melhor caminho, com a consciência tranquila e o coração desarmado", afirmou Santana.

O favoritismo do pedetista vinha sendo apontado em pesquisas eleitorais desde o início da campanha. No último levantamento, divulgado ontem pelo Ibope, Sarto apareceu com 61% das intenções dos votos válidos (excluindo votos brancos, nulos e indecisos), enquanto Wagner teve 39%.

A pesquisa foi realizada entre os dias últimos dias 26 e 27 e ouviu 805 pessoas em Fortaleza. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa foi contratada pela TV Verdes Mares e está registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) sob o número CE-06026-2020.

Wagner exalta "resultado expressivo"

Em entrevista coletiva, capitão Wagner afirmou que está feliz com o "resultado expressivo" que obteve neste segundo turno, apesar da derrota. Wagner destacou ainda que a oposição do Ceará está "mais do que viva neste momento" porque "a cidade ficou dividida" com os 48,31% dos votos válidos obtidos por ele.

"A gente torce que o próximo prefeito possa acertar e conquistar os leitores que não acreditaram no projeto dele. Na reta final, tivemos esse resultado maravilhoso. Para ter um resultado maravilhoso como esse, a nossa campanha não errou, mas armas que estavam do lado de lá eram armas difíceis de combater", disse o candidato derrotado.