PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Italianos criam bunkers para se protegerem do fim do mundo

Do UOL, em São Paulo

14/12/2012 11h06

Com a proximidade do dia em que o mundo vai acabar segundo a previsão dos Maias, um italiano resolveu garantir um jeito de sobreviver caso a profecia seja concretizada.

Segundo o jornal italiano "Corriere Del Veneto", um advogado local construiu um bunker embaixo da vila onde ele mora em Pádua, perto de Veneza, para proteger a mulher e o filho do apocalipse.

Percebendo que a ideia poderia interessar a outros, o empreiteiro que construiu o bunker, Leonardo Remorini, decidiu investir na ideia e construiu outros dez esconderijos, todos localizados na região norte da Itália. 

"O que construímos em Pádua tem 60 metros quadrados e é capaz de resistir a terremotos e explosões. Em um dos quartos há um gerador de energia que funciona à base de óleo diesel ou energia solar", disse Remorini ao jornal.

O empreiteiro italiano ainda contou que o bunker está pronto desde maio. "A estrutura tem dez metros de altura e tem quartos banheiros e uma cozinha. Uma vez que uma família de quatro pessoas abasteça o local com alimentos, eles podem viver lá por até seis meses, sem precisar sair de lá".

Remorini mesmo diz não acreditar na profecia. "A meu ver, o dia 22 de dezembro será exatamente o mesmo que o dia anterior. Mas se o cliente me pede um bunker ... Eu posso mudar de ideia", diz o italiano. 

Para garantir a segurança e conforto do bunker de Ramorini, basta desembolsar a quantia de € 50.000. 

Internacional