Esquecido! Sem-teto que ajudou vítimas de atentado ainda não recebeu ajudas

Colaboração para o UOL

  • Reprodução / YouTube

A vida de herói para Stephen Jones durou poucos dias. O sem-teto, que ajudou diversas crianças durante os ataques terroristas durante o show da cantora Ariana Grande, em Manchester (Inglaterra), voltou a pedir dinheiro nas ruas nos últimos dias.

Apesar das muitas promessas de ajuda, Jones continua na mesma situação e foi visto dormindo na porta de um banco na região central da cidade.

Um dos primeiros a se prontificar foi o filho do dono do time de futebol West Ham, Dave Sullivan Jr. Pouco tempo após saber do ato heroico de Jones, o magnata disse que iria colaborar, o que não aconteceu até o momento.

"Eu e meu pai queremos alugar uma casa por seis meses para ajudar ele a se reerguer", postou o filho de Sullivan no Twitter.

Em entrevista ao jornal britânico "Daily Mail", Jones confirmou contato com a família Sullivan e afirmou que muita gente tem entrado em contato para prometer ajuda.

"Eu estou surpreso com o apoio e ajuda das pessoas. É incrível. Conversei por Skype com o cara do West Ham. Ele disse que pagaria seis meses de aluguel se eu encontrasse um local privado. Ele disse que vai me convidar para ver um jogo como convidado de honra quando o Manchester United ou o City enfrentar o West Ham", disse.

Stephen Jones foi tido como herói após ajudar crianças desesperadas durante o ataque que matou 22 pessoas e feriu outras 119 na Manchester Arena. O sem-teto contribuiu no resgate enquanto os médicos não chegavam ao local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos