Voo da Air France passou por local da queda de míssil norte-coreano minutos antes do teste, diz TV

Do UOL, em São Paulo

  • KCNA via AP

Um voo da Air France com 323 ocupantes passou pelo local em que o míssil norte-coreano testado na última sexta-feira (28) caiu cerca de dez minutos antes. A informação foi divulgada pela rede americana ABC nesta terça (1º).

O avião fazia a rota entre Paris e Tóquio, e sobrevoou o ponto de queda do míssil balístico intercontinental testado pela Coreia do Norte no Mar do Japão, na zona econômica exclusiva japonesa.

A Air France afirmou que o voo "se desenvolveu conforme seu plano de voo e sem que se produzisse nenhum incidente". Segundo a companhia, as zonas de testes de mísseis de Pyongyang não interferem de qualquer forma na rota dos voos.

"Além disso, em cooperação com as autoridades, a Air France analisa constantemente as zonas de sobrevoo potencialmente perigosas e adapta os seus planos de voo", afirma o comunicado.

O Pentágono já alertou sobre a realização dos testes norte-coreanos podem representar uma ameaça para aeronaves e navios na região, já que Pyongyang não anuncia antecipadamente os seus testes.

"É uma área em que há muitos barcos de pesca japoneses, navios comerciais. Existe um problema quando um míssil testado cai do céu em lugares em que pode acertar embarcações inocentes", disse o porta-voz do Pentágono, Jeff Davis, no começo desta semana.

Em março, uma aeronave chinesa levando mais de 200 passageiros passou na rota de um foguete norte-coreano lançado minutos depois do lançamento. Ele tinha decolado de Tóquio para a cidade chinesa de Shenyang. Naquele dia, a Coreia do Norte testou sete mísseis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos