Quem são as vítimas do ataque em Nova York?

Do UOL, em São Paulo

Entre as vítimas confirmadas do ataque ocorrido em Nova York na última terça-feira (31), onde uma caminhonete atropelou ciclistas na região do memorial do World Trade Center em Manhattan, nos EUA, estão cinco argentinos que viajaram para Nova York para comemorar os 30 anos de sua formatura na Escola Politécnica de Rosário. Outra vítima é uma belga, mãe de dois meninos. As outras duas vítimas seriam americanas, segundo as autoridades.

As vítimas argentinas foram identificadas pelo Ministério das Relações Exteriores da Argentina. Ariel Erlij, Hernan Diego Mendoza, Diego Enrique Angelini, Alejandro Damian Pagnucco e Hernan Ferruchi foram para Nova York e Boston, onde um amigo deles, Martin Ludovico Marro, que escapou com ferimentos do ataque, morava.

Na terça-feira (31) eles decidiram passear de bicicleta pela cidade de Nova York e foram atingidos por uma caminhonete, guiada pelo motorista identificado como Sayfullo Habibullaevic Saipov.

Saiba mais sobre as vítimas:

Ann-Laure Decadt

Sylvain Plazy/ AP

A belga Ann-Laure Decadt, 31, era mãe de dois meninos pequenos, um de três anos e outro de dois meses. Ela teve a morte confirmada por seu marido Alexander Naessens, que em uma entrevista para o jornal belga "HLN" a descreveu como uma "esposa maravilhosa" e a mãe mais linda" de seus dois filhos. 

Segundo uma nota da família divulgada pelo jornal belga "Gazet van Antwerpen", os parentes receberam a notícia da morte de Ann-Laure do Hospital Presbiteriano Lower Manhattan na noite de terça-feira.

A jovem estava na cidade de Nova York com sua mãe e duas irmãs e no momento do ataque todas estavam andando de bicicleta, mas Ann-Laure foi a única atingida pela caminhonete.

A instituição Sunshine4kids, onde a irmã de Ann-Laure, Justine, foi ex-aluna e voluntária, também lamentou a sua morte em uma publicação no Facebook. "É uma família calorosa com o coração no lugar certo. E agora esse coração quebrou", escreveu.

Anne-Laure morava em Roeselare, Flanders.

Ariel Erlij

Facebook/Ariel Erlij

Ariel Erlij, 48, era um empresário da área siderúrgica em Rosário, na Argentina, era pai de três filhos e havia organizado a viagem. Segundo o jornal "La Nación", ele havia pago a conta de dois amigos do grupo.

Momentos antes da viagem ele teve imprevistos e só embarcou para Nova York, um dia depois de seus amigos.

Em março, desse ano, ele havia anunciado que estava montando a sua segunda empresa.

Alejandro Damián Pagnucco

Reprodução/Facebook/ Alejandro Pagnucco Charre

Alejandro Damián Pagnucco,49, tinha três filhas, vivia em Rosário e havia se formado na turma de 1987 da Escola Politécnica de Rosário. Apesar de ser formado em arquitetura ele trabalhava como executivo de contas em uma empresa de materiais de construção.

Segundo Ricardo Berlot, amigo das cinco vítimas argentinas, é comum que alunos formados na instituição organizem esse tipo de viagem.

Hernán Ferruchi

Facebook/Hernan Ferrucci

Hernán Ferruchi, exercia a profissão de arquiteto e era autor do projeto de 'Condominios el Alto', um condomínio de alto padrão conhecido em Rosário.

Diego Angelini

Reprodução/Facebook Diego Angelini

Diego Angelini era arquiteto formado na Universidade Nacional de Rosario e havia se graduado em 1987. Ele tinha um escritório em Rosário.

Hernán Diego Mendoza

AP
O grupo de amigos argentinos antes de embarcar para os EUA (a partir da esquerda): Hernan Ferruchi, Alejandro Pagnucco, Ariel Erlij, Ivan Brajckovic, Juan Pablo Trevisan, Hernan Diego Mendoza, Diego Angelini e Ariel Benvenuto

Hernán Diego Mendoza, era arquiteto e sócio de Diego Angelini.

Ao retornar para a Argentina, o grupo continuaria com as comemorações em Rosário.

A Universidade Nacional de Rosário expressou suas condolências na manhã desta quarta-feira (1) aos argentinos ex-alunos e vítimas do acidente.

"A UNR expressa as suas condolências às famílias e está à sua disposição neste momento penoso.", disse a Universidade em uma publicação nas redes sociais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos