PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Indonésia: tsunami mata integrantes de banda; vídeo mostra queda de palco

Do UOL, em São Paulo

23/12/2018 09h18Atualizada em 23/12/2018 14h22

Ao menos três integrantes da banda indonésia Seventeen morreram no tsunami que atingiu o show do grupo na praia de Tanjung Lesung, no estreito de Sunda, na Indonésia. A banda --que confirmou, em mensagem nas redes sociais, as mortes de um baixista, um guitarrista e um produtor-- se apresentava quando uma repentina onda atingiu com força o palco e arrastou a estrutura contra o público. Além de membros da banda, espectadores também morreram em razão do tsunami.

Ao menos 222 pessoas morreram em razão do tsunami que aconteceu no estreito de Sunda, entre as ilhas de Sumatra e Java. Autoridades atribuem a causa do tsunami a um possível desprendimento de terra produzido pela erupção do vulcão Anak Krakatau, o que não ativou os alarmes por não ter sido registrado um terremoto. A situação foi agravada pela maré alta devido à lua cheia.

O grupo se apresentava no Tanjung Lesung Beach Resort, no extremo oeste da ilha de Java, quando o local foi atingido por uma imensa massa de água. No vídeo, é possível observar os espectadores aplaudindo os músicos antes de chegada repentina da onda, por trás do palco, que arrasta os equipamentos e avança sobre o público que acompanhava o show.

A banda tinha shows programados na praia da ilha de Java de 21 a 23 de dezembro.

O vocalista do grupo, Riefian "Ifan" Fajarsyah, publicou na manhã deste domingo (23) um vídeo onde confirmava a morte do baixista e do produtor da banda, além do desaparecimento de outros integrantes da banda, enquanto começava a chorar.

"Quando o incidente aconteceu muitos turistas estavam nas praias ao longo de [a cidade] Pandeglang, em Java", disse o porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB), Sutopo Purwo Nugroho.

Em um vídeo, publicado por Sutopo no seu perfil do Twitter, pode-se ver a destruição de várias estruturas próximas ao litoral afetado, onde a potência das ondas arrastou vários veículos para o litoral.

Pandeglang é a área mais danificada pelo desastre natural, onde se contabilizou o maior número de vítimas, assim como graves danos em 400 casas, nove hotéis e dez embarcações. Outros distritos muito afetados foram os de Lampung do Sul e Serang.

O porta-voz da BNPB disse que a causa do tsunami vai ser verificada, embora tenha afirmado que o mais provável é que tenha sido causado por um desprendimento de terra submarino produzido pela erupção do vulcão Anak Krakatau e ressacas devido à lua cheia.

Aparentemente, uma combinação de ambos os fatores motivou o tsunami que atingiu a costa.

A Indonésia fica no Anel de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica que é sacudida todo ano por cerca de 7.000 tremores, a maioria moderada.

(Com EFE e AFP)

Internacional