Topo

Piloto fica inconsciente por 40 minutos durante voo solo na Austrália

Divulgação/Diamond Craft
Aeronave Diamond DA40 como a que se envolveu no incidente aéreo em Adelaide Imagem: Divulgação/Diamond Craft

Thiago Varella

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-05-13T15:07:44

13/05/2019 15h07

Um piloto passou 40 minutos desacordado em pleno voo enquanto sobrevoava a cidade de Adelaide, na Austrália. O incidente ocorreu em março, mas só foi revelado agora pelo Australian Transport Safety Bureau (ATSB, na sigla em inglês, Escritório Australiano de Segurança no Transporte). As informações são do canal australiano de TV ABC.

O incidente envolveu uma aeronave Diamond DA40 de uma escola de aviação de Adelaide. Após 40 minutos de voo, o piloto, que não teve o nome divulado, ficou inconsciente e prosseguiu no piloto-automático por outros 40 minutos.

Segundo o ATSB, o piloto havia acionado o piloto-automático após sentir uma dor de cabeça na região frontal. O escritório diz ainda que ele não tinha dormido direito durante a noite, não se alimentou pela manhã e se recuperava de um resfriado.

Durante o voo inconsciente, o piloto entrou em uma área controlada do espaço aéreo de Adelaide. Controladores de voo tentaram contato com ele por várias vezes, sem sucesso.

Ainda não se sabe se o piloto desmaiou ou se caiu no sono durante o voo.

Após um tempo, a tripulação de uma aeronave Diamond DA42 ofereceu ajuda ao ATSB, conseguiu fazer contato visual com o Diamond DA40 e percebeu que o piloto já tinha voltado à consciência.

Em seguida, os controladores tentaram novo contato com o piloto, que, desta vez, respondeu no rádio e foi escoltado pelo DA42 até o aeroporto de Parafield, em Adelaide.

Segundo um outro piloto, o incidente causou mudanças no tráfego aéreo da cidade naquele dia. Por precaução, algumas aeronaves tiveram a rota alterada.

Outro caso inusitado ocorreu com um avião Embraer-190, que pousou em Mianmar sem as rodas dianteiras; veja

UOL Notícias

Mais Internacional