PUBLICIDADE
Topo

Moscou diminuirá restrições por coronavírus a partir da próxima semana

Policiais usam máscaras de proteção em Moscou -
Policiais usam máscaras de proteção em Moscou

Do UOL, em São Paulo

27/05/2020 11h54Atualizada em 27/05/2020 13h37

Moscou, capital da Rússia, vai iniciar um processo para diminuir as restrições contra o novo coronavírus a partir da próxima segunda-feira (1º).

O prefeito da cidade, Sergey Sobyanin, anunciou a decisão em uma videoconferência com o presidente Vladimir Putin hoje pela manhã.

Sobyanin disse que Moscou permitirá a reabertura de lojas que não vendam produtos essenciais e também do retorno de alguns serviços, incluindo lavanderias e oficinas.

"Só tenho medo de que as ruas de Moscou sejam como o feriado do Dia do Trabalho, então começaremos no modo de teste", disse ele.

"Haverá um cronograma para que os cidadãos que morem em certos edifícios possam passear", acrescentou.

Os casos de infectados na Rússia ultrapassam 380 mil, e o número de mortes registradas é de 3.968.

Coronavírus