PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Esse conteúdo é antigo

Cidade pode tirar estátua de criador do escotismo por suposto apoio nazista

Estátua do fundador do Movimento Escoteiro, Baden-Powell, deve ser removida na cidade de Poole (Inglaterra) - Finnbarr Webster/Getty Images
Estátua do fundador do Movimento Escoteiro, Baden-Powell, deve ser removida na cidade de Poole (Inglaterra) Imagem: Finnbarr Webster/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

11/06/2020 09h30Atualizada em 11/06/2020 15h18

O conselho da cidade de Poole, no sul da Inglaterra, anunciou que vai remover uma estátua de Robert Baden-Powell, fundador do Movimento Escoteiro e oficial de guerra durante o domínio britânico na África. A decisão, porém, pode esbarrar na resistência local.

Críticos associam falas e atos de Baden-Powell a um suposto apoio ao nazismo e ao racismo. De acordo com o The Sun, Baden-Powell escreveu em seu diário que o livro "Minha Luta", de Adolf Hitler, apresentava boas ideias de educação, saúde, propaganda e organização.

No entanto, integrantes do escotismo e o biógrafo dele, Tim Jeal, dizem que as declarações do britânico foram mal interpretadas e que sua única concordância com Adolf Hitler era sobre a educação das crianças.

Segundo Jeal, Baden-Powell condenava o líder nazista por sua megalomania e odiava qualquer forma de totalitarismo. Ele ainda teria sido colocado numa lista de morte pelos nazistas, que suspeitavam que ele usasse escoteiros como espiões para a Inglaterra.

A estátua foi colocada em Pole em 2008, em comemoração ao centenário da fundação do Movimento Escoteiro.

"Mesmo famoso pela criação dos Escoteiros, nós também reconhecemos que há alguns aspectos da vida de Robert Baden-Powell que são considerados menos merecedores de comemoração", afirma Vikki Slade, líder do conselho da cidade.

Uma estátua do mercador de escravos Edward Colston foi retirada durante os protestos contra o racismo e a violência policial do último fim de semana, na cidade britânica de Bristol. Desde então, outras estátuas que prestam homenagem a escravocratas e imperialistas têm sido removidas na Inglaterra.

Adultos que foram escoteiros quando jovens foram protestar contra a retirada da estátua de Baden-Powell. Um deles disse em entrevista à ITV News que "se eles querem derrubar a estátua, vão ter que derrubar ele antes".

Em função da tensão entre os que apoiam e aqueles que contestam a retirada, as autoridades locais estão estudando a possibilidade de removê-la temporariamente por precaução.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que informou o título, o apoio de Robert Baden-Powell ao nazismo não é confirmado, mas apenas especulado. A informação foi corrigida.

Internacional