PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump muda o tom sobre causa da explosão no Líbano: 'Ninguém sabe ainda'

Presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca -
Presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca

Do UOL, em São Paulo

05/08/2020 22h41

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mudou o tom e disse hoje que ainda é cedo para determinar as causas das explosões que mataram pelo menos 135 pessoas e deixaram mais de 5 mil pessoas feridas em Beirute, no Líbano.

Depois de afirmar sem provas que as imagens se pareciam com "ataques terríveis", Trump agora disse que "ninguém sabe ainda" as causas.

"O que quer que tenha acontecido, isso é terrível, mas eles não sabem realmente o que é. Ninguém sabe ainda", disse Trump. Ontem, o presidente norte-americano disse que ouviu de generais que a explosão em Beirute tinha sido consequência de uma possível bomba.

"Encontrei nossos generais e eles acham que foi isso. Não foi um evento do tipo explosão de fábrica. Parece, segundo eles - e eles sabem melhor do que eu -, que foi um ataque", completou.

Mais cedo, o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Mark Esper, contradisse Trump. Segundo Esper, os EUA ainda estão "reunindo informações sobre o que aconteceu" na capital do Líbano, mas que "a maioria acredita que foi um acidente, conforme relatado".

"Estamos em contato com o governo libanês. Estamos nos posicionando para fornecer a eles qualquer assistência que pudermos, ajuda humanitária, suprimentos médicos, entre outros, para ajudar o povo do Líbano", disse Esper.

Internacional