PUBLICIDADE
Topo

Internacional

EUA vão mandar US$ 15 milhões em alimentos e medicamentos a Beirute

Do UOL, em São Paulo

07/08/2020 11h37

O governo dos Estados Unidos anunciou hoje que vai "enviar imediatamente" US$ 15 milhões em medicamentos e alimentos para a cidade de Beirute, onde uma explosão matou mais de 100 pessoas e deixou mais de 5.000 feridos na última terça-feira (4).

A ajuda, que será transportada pelas Forças Armadas dos EUA, equivale a três meses de comida para 50.000 pessoas e três meses de remédios para 60.000 pessoas, segundo informações da USAID (Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional).

"Apoiamos o povo do Líbano, que busca ajuda e prestação de contas neste momento difícil", afirmou a USAID em comunicado. Segundo a agência, a assistência se soma aos US$ 41,6 milhões que o país já destinou para ajudar o Líbano a responder à crise da covid-19.

Ontem, o Exército dos Estados Unidos realizou uma entrega de primeiros socorros com uma aeronave C-17 que voou do Catar com comida, água e suprimentos médicos.

A enorme explosão matou pelo menos 149 pessoas e também destruiu o maior estoque de grãos do Líbano, aumentando o medo de uma escassez de comida em um país cuja economia já estava em queda livre.

Logo após as explosões, o presidente americano Donald Trump sugeriu que elas poderiam ter sido provocadas por um ataque terrorista, mas depois mudou o tom, dizendo que "ninguém sabe ainda" as causas.

Antes da explosão, os Estados Unidos expressaram dúvidas sobre o resgate do Fundo Monetário Internacional (FMI) para o Líbano, quando Washington pressiona Beirute a marginalizar o Hezbollah, um influente movimento armado xiita libanês com um braço político e outro paramilitar.

*Com informações da AFP

Internacional