PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Esse conteúdo é antigo

FOX News se recusa a colocar anúncio com críticas a Donald Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em entrevista coletiva na Casa Branca - Brendan Smialowski/AFP
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em entrevista coletiva na Casa Branca Imagem: Brendan Smialowski/AFP

Do UOL, em São Paulo

26/08/2020 18h42

A rede de TV americana FOX News, tida como aliada do presidente americano Donald Trump, se recusou a colocar o anúncio de um sindicato no qual faz duras críticas à gestão do Republicano durante o combate à pandemia da covid-19.

Segundo informações do site HuffPost, o anúncio de 30 segundos da Federação Americana de Professores (AFT) critica Trump e o líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, pelo não fornecimento de equipamento de proteção individual adequado para educadores e o plano para um retorno seguro às escolas públicas durante o surto de coronavírus.

"Basta! Em novembro deste ano, diga 'não' ao caos de Trump e McConnell", afirma o anúncio do sindicato, tradicionalmente alinhado ao partido dos Democratas.

À publicação, a FOX News justificou a recusa por, segundo ela, conter afirmações imprecisas. A emissora disse ainda que colocaria a propaganda no ar se o sindicato corrigisse aquilo que considerava "uma afirmação questionável".

Em comunicado, o presidente da AFT, Randi Weingarten, acusou a Fox News de não divulgar o anúncio por razões políticas.

"Existem ótimos jornalistas que trabalham na Fox News, mas parece que os executivos querem escolher como aplicar a Primeira Emenda quando se trata de professores corajosos que dizem a verdade sobre quem é o culpado pelo atual caos de reabertura de escolas", afirmou.

"Do quê a Fox tem medo? Precisamos de recursos e suporte para manter nossos alunos seguros quando reabrimos", completou.

Internacional