PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Namorado de Breonna Taylor processa polícia e nega ter atirado em guarda

Breonna Taylor foi morta por policiais dentro de própria casa em março - Reprodução/Facebook
Breonna Taylor foi morta por policiais dentro de própria casa em março Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

01/09/2020 15h59

O namorado de Breonna Taylor, a jovem negra assassinada após policiais invadirem sua casa em março, decidiu processar a polícia e a prefeitura de Louisville (Kentucky, EUA) por má conduta.

Kenneth Walker, de 28 anos, pede compensação financeira e imunidade da acusação de supostamente ter atirado na perna de um policial na noite da invasão.

A princípio, a defesa de Kenneth alegou que o disparo que atingiu a artéria femoral do policial foi efetuado em legítima defesa, quando ele percebeu que a casa estava sendo invadida. Ele tem permissão para posse de arma. Agora, o advogado levanta a hipótese de o tiro ter vindo da própria polícia.

"Sabemos que a polícia está disparando de vários ângulos. A linha do tempo e as provas na cena são mais indicativas da autoria da polícia do que de Kenny Walker."

Kenneth ficou em prisão domiciliar e foi acusado de tentativa de assassinato de um policial e agressão em primeiro grau. Ele processa a organização por agressão, lesão corporal, falsa prisão, acusação caluniosa, abuso de autoridade e negligência.

Internacional